Gestão pedagógica: o que é e como fazer

Toda gestão de escolas e planejamento de ano letivo deve levar em conta a gestão pedagógica, que prepara a instituição para os melhores resultados;

Por Cristopher Morais em 05 de novembro de 2020.

Para que uma escola alcance plenamente seus objetivos, além de uma gestão escolar bem estruturada, é importante que a gestão pedagógica também esteja presente e organizada. 

Ainda assim, muitas escolas não possuem um modelo de gestão pedagógica bem delineado, tampouco sabem como fazê-lo a fim de atingir os resultados desejados.

A ausência de diretrizes claras sobre quais caminhos seguir no processo educacional é um fator problemático para que o propósito da instituição se cumpra. Sobretudo na rede particular de ensino, onde geralmente há mais flexibilidade para o método de ensino escolhido.

  • Como traçar um plano de gestão pedagógica eficiente? 
  • Qual a divisão de responsabilidades entre a gestão escolar e a gestão pedagógica? 
  • Como uma pode ajudar a outra? 
  • Quais as perspectivas de gestão pedagógica para o futuro?

Todas essas questões serão respondidas ao longo deste post. Acompanhe:

O que é gestão pedagógica?

Entre as infinitas responsabilidades relacionadas à gestão dentro de uma escola, é importante delimitar bem quais são da conta da gestão pedagógica. 

De um lado, a gestão escolar toma conta da administração do centro de ensino, como gestão de recursos (financeiros, inclusive) e de pessoas. 

A gestão pedagógica, por sua vez, é o setor responsável por tudo o que está relacionado à educação dos estudantes e à atuação dos professores. É ela que desenvolve o planejamento e a organização da proposta pedagógica da escola.

Além disso, é a gestão pedagógica que define quais são os métodos de ensino que serão aplicados no dia a dia da instituição.

Esse importante setor também desempenha o papel de estabelecer metas relacionadas ao aprendizado e ao desempenho dos alunos. 

Assim, o corpo pedagógico consegue saber quais são as maneiras de alcançar tais metas a partir de um planejamento. 

Outras responsabilidades que fazem parte da gestão pedagógica são fazer a gestão do currículo escolar e estabelecer diretrizes para que os professores sigam.

Dentre suas funções está ainda a de fomentar atividades que enriqueçam a experiência de aprendizado dos alunos. Ideias para tais atividades podem surgir tanto do próprio gestor, quanto do diálogo com professores e alunos. 

Sendo assim, a gestão pedagógica possui a função de facilitadora de projetos, pois é com ajuda dela que ideias e sugestões ganharão vida. Inclusive, uma postura engajada e aberta ao diálogo é altamente recomendável, uma vez que esse tipo de posicionamento aumenta o engajamento da comunidade escolar.

Quais as novas perspectivas para a gestão pedagógica?

Gestão pedagógica: o que é e como fazer? | Sponte

O ano de 2020 foi de mudanças profundas para toda a sociedade. Na educação, a pandemia do COVID-19 afetou profundamente a rotina em sala de aula, que precisou ser transferida do presencial para o digital. 

Com isso, a inserção da tecnologia como ferramenta de ensino foi inevitável. Após um período de adaptação, muitas escolas já estão bem mais familiarizadas com essas novas práticas pedagógicas. 

Ainda assim, o retorno às aulas traz à tona novos questionamentos sobre a rotina escolar daqui para frente, que certamente será muito diferente de antes do isolamento social.

Apesar de todas as dificuldades no início desse período, a gestão pedagógica das escolas reconheceu a necessidade de mudança que o sistema de ensino tradicional pedia. 

Sobretudo no momento de transição para a volta às aulas presenciais, a tecnologia tende a permanecer presente, constituindo um modelo de ensino híbrido, isto é, que mistura o presencial com o online.

O ensino híbrido claramente vai além do momento de volta à normalidade da rotina escolar, se constituindo como uma tendência de modelo pedagógico a ser adotado daqui para frente. 

Afinal, ele é totalmente adaptado à nova geração de alunos, que possuem uma fonte ilimitada de conhecimento na palma das mãos, mas precisam de orientação para usá-la corretamente.

Portanto, a tecnologia chegou para transformar a maneira como se faz a gestão pedagógica. Uma vez que agora novos métodos de ensino estão disponíveis para fazer parte de um planejamento pedagógico atualizado.

Essa nova gestão deve estar de acordo com as necessidades que os estudantes terão na sociedade contemporânea, além de estimular sua autonomia diante do processo de aprendizado.

Como fazer a gestão pedagógica em sua escola?

Cada escola tem a sua realidade e por isso não existe um modelo de gestão pedagógica universal. Assim, ela precisa ser flexível para se adaptar às necessidades da comunidade escolar. 

Ainda assim, existem algumas boas práticas para garantir uma gestão saudável e competente. A primeira dica é investir na sintonia entre gestão escolar e pedagógica. 

Quando as duas gestões se comunicam e trabalham juntas fica muito mais fácil colocar em prática o planejamento pedagógico preparado para a escola.

Para que isso aconteça, é essencial que uma janela de diálogo esteja bem aberta, não somente entre gestão pedagógica e administrativa, mas também entre toda a comunidade escolar

É preciso envolver o diretor, a equipe acadêmica, o corpo estudantil e os responsáveis. Afinal, todos eles possuem pontos e perspectivas que serão muito úteis para a estruturação de um projeto pedagógico que contemple a realidade da instituição.

E por falar em projeto pedagógico, ele é vital para que gestão seja eficiente em seu trabalho. Estabeleça quais são os objetivos educacionais da sua instituição de ensino e quais caminhos serão percorridos para alcançá-los. 

Muito importante para estabelecer esses objetivos é compreender a sociedade atual, suas necessidades e como os alunos serão responsáveis por ela enquanto cidadãos. Entender essa relação ajudará na escolha das metodologias que mais se encaixam para cumprir esse propósito, levando em conta o contexto escolar.

Quais ferramentas podem ajudar com a gestão pedagógica?

Gestão pedagógica: o que é e como fazer? | Sponte

Ao longo deste post pôde-se notar que garantir que a gestão pedagógica da escola seja bem-sucedida é um grande desafio. São inúmeros processos e funcionários para gerir, pais e responsáveis para atender, alunos para acompanhar, entre outras funções diárias. 

Nesse sentido, um sistema de gestão escolar se torna um grande aliado para esse setor da escola, já que automatiza diversos processos e fornece uma visão mais ampla de toda a sua instituição.

As escolas vêm buscando, cada vez mais, novas formas de organizar seus processos e métodos de gestão para otimizar rotinas e engajar todos os públicos – pais, alunos, funcionários, entre outros. 

Assim, uma gestão pedagógica bem-feita possibilita que os alunos se desenvolvam com os conhecimentos e habilidades necessários. Para isso, é recomendável utilizar um sistema de gestão para escolas.

Isso por que um sistema de gestão escolar apresenta funcionalidades que, além de otimizar a rotina administrativa da escola, podem ser utilizadas na gestão pedagógica. 

Com um software, você pode organizar documentos, como o histórico escolar, acompanhar a frequência dos alunos, possibilitar o desenvolvimento de trabalhos específicos para o ambiente online e mais. 

Tais práticas permitem que o professor possa fazer correções de provas e trabalhos com mais produtividade, e que os pais e responsáveis possam acompanhar o desenvolvimento de aprendizagem do aluno.

O Sistema de Gestão Escolar Sponte, por exemplo, possui a ferramenta Portal do Aluno, possibilitando o desenvolvimento de atividades e avaliações personalizadas para cada turma. Tudo de forma muito mais simples do que seria se a proposta fosse realizada de forma analógica. 

Garantindo a otimização do tempo de trabalho do professor, essa prática também melhora consideravelmente o rendimento das turmas, uma vez que são oferecidas atividades dentro das necessidades que cada uma delas apresenta.

Além de aplicar atividades, é possível fazer as correções dos gabaritos de forma automatizada, economizando muito tempo dos professores, consequentemente aumentando sua produtividade. Os resultados de avaliações, por sua vez, saem muito mais rapidamente para os alunos e responsáveis.

Falando em resultados de avaliações, notas e afins, vale ressaltar que a plataforma permite que os dados de desempenho e frequência do aluno fiquem disponíveis. Isso facilita o arquivamento de informações para a administração da escola.

É comum que a área de gestão pedagógica armazene diversos documentos, como históricos escolares dos alunos, papéis de trabalhos e avaliações realizadas, entre outros. Uma maneira de garantir mais produtividade para esse setor da escola é fazendo o armazenamento da documentação pedagógica no sistema de gestão, dessa forma eles estarão sempre disponíveis para serem acessados.

Além disso, o armazenamento em nuvem das informações é significativamente mais seguro, já que os dados estarão completamente protegidos em relação a riscos ambientais ou apagamento acidental de documentos.

Também é extremamente importante que a instituição de ensino conscientize as famílias sobre a importância de se fazer presente durante todo o processo educacional. E como os dados ficam armazenados no sistema de forma organizada, é muito mais simples fazer esse acompanhamento.

E além de ter acesso a notas e frequência, os pais poderão ser comunicados via aplicativo ou portal sobre as ocorrências de seus filhos, bem como sobre atividades extraclasse e eventos presentes na agenda escolar. 

Tudo isso proporciona maior comodidade e promove o engajamento da comunidade com a escola, fatores que são essenciais para que a instituição cumpra seu papel.

Falamos muito sobre as vantagens que uma ferramenta tecnológica pode oferecer para pais, responsáveis, alunos e professores. E, obviamente, a equipe de gestão também se beneficia com a implementação de um sistema como esse, que facilita a organização da rotina e agenda escolar. 

Um gerador de quadro de horários que esteja integrado ao seu software de gestão, por exemplo, proporcionará um ganho de tempo considerável para os coordenadores pedagógicos, pois sabemos que fechar esse quadro é trabalhoso e requer atenção.

O software pode determinar os horários em que cada professor está disponível, indicar a forma como as disciplinas devem ser dispostas e controlar a utilização de ambientes, como quadras, salas e laboratórios. 

Assim, é possível elaborar grades com alta qualidade pedagógica, reduzindo horários vagos entre aulas. O resultado é uma organização inteligente da rotina semanal, do semestre e, por fim, de todo o ano letivo, otimizando o tempo e energia do gestor.

Com o Sistema de Gestão Escolar Sponte, a gestão pedagógica da sua escola pode ser feita com mais agilidade. Isso acontece por conta das variadas funcionalidades e recursos que essa ferramenta disponibiliza para que sejam aplicadas em sua gestão.

E na sua escola, como é feita a gestão pedagógica? Compartilhe suas experiências nos comentários! 

Saiba mais sobre as vantagens de um sistema com o nosso eBook:

Negociação de rematrículas idiomas e cursos livres | Sponte

Cristopher Morais / Gerente de Produto

Atualmente é Gerente de Produto, com mais de 10 anos em experiência soluções inteligentes na área da educação, faz parte do time da Sponte há 13 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *