Por Cristopher Morais, 23 de julho de 2021

Como ter uma cultura de aprendizagem em escolas particulares?

Entenda como a cultura de aprendizagem pode melhorar o ensino remoto e presencial na sua escola particular.

Como ter uma cultura de aprendizagem em escolas particulares

Uma cultura que promove e se preocupa com o aprendizado contínuo está cada vez mais presente no mundo empresarial. 

É a cultura de aprendizagem que incentiva os colaboradores a compartilharem seus conhecimentos e aprenderem com os demais, além de participarem de cursos, workshops e palestras, mantendo-os em constante crescimento profissional.

Com essa cultura, colaboradores são recompensados por aprenderem continuamente. Afinal, quem não gosta de se sentir valorizado e ser reconhecido? 

Neste texto, provaremos a importância da cultura de aprendizagem em uma escola particular e apresentaremos algumas ideias para te ajudar a colocá-la em prática na sua instituição. Vamos começar?

Para o que e para quem serve a cultura de aprendizagem?
Por que a cultura de aprendizagem é importante na gestão escolar?
Como inserir a cultura de aprendizagem em uma escola particular?
Onde e quando a cultura de aprendizagem pode se destacar?

Para o que e para quem serve a cultura de aprendizagem?

Cultura de aprendizagem em escolas particulares

A cultura de aprendizagem, já tão comum em diferentes empresas, tem apresentado resultados positivos e significativos. De maneira similar, uma vez presente nas escolas, os benefícios e impactos dessa abordagem serão realmente relevantes.

Sendo assim, uma cultura de aprendizagem serve para elevar o nível de qualidade da escola e a interação entre equipe escolar, gestores, professores e alunos. 

Leia mais: Saiba como trabalhar seu engajamento com a comunidade escolar.

Essa cultura está também ligada à prática de feedbacks, que ajudam a equipe a aprender com erros e acertos e são indispensáveis para a evolução dos processos e do dia a dia da escola. 

Você quer profissionais mais engajados? Então busque dar importância à manutenção do aprendizado contínuo para seus professores e para toda a comunidade escolar

Para professores, a cultura de aprendizagem envolve a formação continuada e o compartilhamento de informações e novas metodologias com a equipe da escola e com os alunos, em sala de aula.

Já para os demais colaboradores da escola, esse incentivo à aprendizagem deve envolver cursos, capacitações e outras formas de adquirir conhecimento para melhorar cada vez mais sua gestão escolar.

Por fim, a cultura de aprendizagem também serve para os alunos. Ao criar esse ambiente e essa cultura de troca de conhecimentos e evolução, sua escola aumenta a qualidade do ensino e o próprio aluno se sente motivado a buscar o aprendizado fora de sala de aula.

Por que a cultura de aprendizagem é importante na gestão escolar?

Com a cultura de aprendizagem, as possibilidades de aplicação prática dos conhecimentos para a melhoria do ensino são reais. Especialmente quando direcionada aos alunos provenientes de escolas particulares, de quem se espera um desempenho escolar exemplar. 

Para que os alunos de uma escola sejam bem-sucedidos, os gestores escolares, por sua vez, precisam incentivar os professores da sua equipe no desenvolvimento de uma cultura que leve à exploração de novas possibilidades, ampliando sua performance.

Dito isso, podemos inferir o quanto o valor da cultura de aprendizagem é imensurável, pois quando o empenho gerado sobre a aprendizagem é efetivo, isso se mostra benéfico para todos os envolvidos. Os professores trabalharão mais realizados, as escolas conquistarão mais alunos e a sociedade usufruirá de todo o conhecimento gerado, adquirido e compartilhado.

Sabemos que, hoje em dia, boas oportunidades exigem das pessoas qualificação e habilidades diversas. Isso se aplica também ao conhecimento. Nesse sentido, já não basta esperar que o aluno termine a educação básica, realize uma graduação, e limite-se a isso para sempre. 

  • A escola precisa criar uma cultura de aprendizagem constante, para que o aluno, mesmo depois de egresso, siga renovando seu conhecimento, aprimorando sua formação e se adaptando às mudanças do mundo e do mercado atual.

Portanto, quando bem gerida, uma escola é reconhecida por toda a comunidade e só tende a colher bons frutos pela prática de um ensino de sucesso. 

Afinal, para uma escola particular manter-se firme no mercado de hoje, sabemos que ela precisa alcançar grande destaque por meio de um desempenho de sucesso de seus alunos egressos. 

É por isso que você precisa implementar — o quanto antes —  a cultura de aprendizagem em sua escola. Alunos guiados por essa cultura, com certeza, conseguirão bons resultados, como a aprovação em universidades bem conceituadas, por exemplo, se bem instruídos durante o período de permanência em sua instituição.

Como inserir a cultura de aprendizagem em uma escola particular?

<h2 id="inserir">Como inserir a cultura de aprendizagem em uma escola particular?</h2>

Parte significativa de nossas vidas se desenvolve dentro da escola, especialmente nossa infância e adolescência. Ou seja, é na educação básica que vivenciamos importantes experiências, adquirimos conhecimento e somos guiados por um constante aprendizado. 

Esse desenvolvimento impacta nossa vida de maneira inquestionável, pois o que absorvemos na escola envolve e influencia o que somos, pensamos e fazemos. É por isso que a cultura de aprendizagem precisa ser adquirida ainda em idade escolar e não somente quando já estamos chegando ao mercado de trabalho.

A cultura de aprendizagem voltada ao contexto escolar deve, necessariamente, se relacionar e integrar campos de compreensão do mundo, afinal, poucos lugares possuem a diversidade e a representatividade da escola. 

Para que essa cultura de fato aconteça, professores precisam ensinar com eficiência e precisam de algo que você já deve ter ouvido falar: o incentivo à formação continuada.

De certa forma, isso já ocorre nas semanas pedagógicas, em dias de replanejamento e demais cursos complementares que visam melhorar o desempenho dos educadores dentro da escola e da sala de aula.

No entanto, com a cultura de aprendizagem, espera-se que o professor busque constantemente, junto aos seus alunos, aliar teoria e prática para ter um melhor aproveitamento dos aspectos que envolvem todo o processo de ensino-aprendizagem

  • Isto é, essa cultura vai além da participação do professor em cursos, workshops e palestras, entre outros momentos de formação. Assim, o que o professor aprendeu e assimilou fora da sala de aula deverá, posteriormente, atingir sua prática dentro da sala de aula. 

Dessa maneira, ele afetará diretamente seus alunos, levando-os a novas percepções, causando diálogos pertinentes e impactando significativamente suas jornadas. Assim, a cultura de aprendizagem é mais ampla porque consiste no efetivo compartilhamento de aprendizado e experiências entre as pessoas. 

Um exemplo na forma de se trabalhar a cultura de aprendizagem dentro da escola, é por meio de projetos elaborados e aplicados com equipes multidisciplinares, que podem fazer parte, inclusive, do plano de ensino dos professores, garantindo momentos de dedicação para trabalhar essa abordagem. 

É uma oportunidade de colocar professores de matemática, de língua portuguesa, de geografia e de artes, por exemplo, para trabalharem juntos em prol de um objetivo comum. 

Esse formato de equipe propicia a troca de conhecimentos entre profissionais da educação básica formados em diversas áreas, pois novos conhecimentos adquiridos acabam trazendo como resultado o desenvolvimento mútuo de professores e alunos.

Nesse sentido, ao pensar mais especificamente nos alunos, inserir a cultura de aprendizagem em seus cotidianos significa criar contextos inclusivos, próximos da realidade do aluno. 

Algumas formas de fazer isso pressupõem que o professor escolha exemplos que aproximem o conteúdo do aluno e estimulem o diálogo, podendo, também, apresentar situações desafiadoras com valor social. 

Para isso, o uso de metodologias ativas, como a sala de aula invertida, por exemplo, em que o aluno pode e deve pesquisar previamente o conteúdo que será abordado em sala de aula e vir preparado para debater sobre o assunto, são uma ótima alternativa.

Leia mais: 8 vantagens em usar metodologias ativas em sua escola.

Dessa maneira, ao valorizar conhecimentos prévios dos alunos e suas histórias de vida, a troca de saberes entre eles, instiga-os a refletir sobre vivências advindas de diversos contextos sociais e culturais

Ou seja, o saber aprendido e construído sobre a vida e a diversidade oportunizam um aprendizado mais reflexivo e significativo, tendo como resultado a visão para transformar sua própria realidade.

Onde e quando a cultura de aprendizagem pode se destacar?

Todo momento vivenciado dentro da escola é uma oportunidade para trazer à tona a cultura de aprendizagem, seja por meio de bate-papos entre os alunos e professores, seja em reuniões que abordam o assunto com pais e responsáveis ou, até mesmo, nas aulas regulares. Estimule os professores e toda equipe escolar a falarem com os alunos sobre o assunto.

Não poderíamos encerrar este texto sem antes falar sobre o contexto da cultura de aprendizagem voltada ao ensino remoto, cenário que temos atualmente. Com essa realidade que está posta no mundo de hoje, é necessário garantir que a aprendizagem oferecida dentro de sua escola seja permanente. 

Leia mais: Os desafios dos professores após um ano de ensino remoto.

Nesse panorama, a cultura de aprendizagem aprendida na escola será mantida nas experiências híbridas que unem o online e o offline. Além disso, não só alunos e professores, mas também pais e responsáveis serão atingidos por essa cultura, pois sabemos que o impacto do ensino remoto afeta todo o contexto social e familiar dos envolvidos.

Para isso, a seguir, apresentamos algumas alternativas que podem ser úteis em tempos de ensino remoto para manter o incentivo à aprendizagem contínua e aliviar o peso do isolamento social:

  • Talk-shows, lives, entre outros recursos online para manter a interação entre alunos e professores e o aprendizado, mesmo estando fora da sala de aula.
  • Slack: aplicativo que permite a criação de grupos de estudos e oferece um espaço para tirar dúvidas com o professor; além disso, documentos, arquivos PDF e fotos podem ser compartilhados.
  • Criação de desafios e metas de aprendizagem a serem alcançadas para instigar os alunos a participarem desses momentos.
  • Portal do aluno do Sponte, um excelente espaço de comunicação e de interação com a comunidade escolar, que permite aos alunos, pais e responsáveis acompanhar o desenvolvimento do estudante.
  • Sala de aula online do Sponte, totalmente integrada à sua gestão escolar, permitindo um ensino remoto mais completo e focado na cultura de aprendizagem.

Conheça:

Havendo um preparo prévio e uma cultura de aprendizagem bem estabelecida, não existirão prejuízos quando forem necessários os modelos de ensino híbrido ou remoto. 

Entretanto, é importante manter um acompanhamento pedagógico para ficar atento a qualquer mudança significativa no padrão de desempenho dos alunos.

Uma das formas de fazer essa sondagem é abordar com os professores se eles têm percebido alguma mudança dentro do processo de ensino-aprendizagem, incentivando avaliações diagnósticas e atitudinais.

Tais avaliações também podem ser feitas em plataformas online, bem como reuniões, bate-papos e demais recursos que a escola e o professor podem utilizar para acompanhar o desempenho dos alunos no período em que eles estiverem estudando em casa. 

Dessa forma, será mais fácil de medir o sucesso da cultura da aprendizagem, bem como visualizar maneiras de aprimorá-la, se necessário. Além disso, os professores podem trocar ideias entre si, de forma interdisciplinar e dinâmica, para analisar pontos fortes em que obtiveram sucesso e pontos fracos que possam ser melhorados.

Agora que você já sabe o que é cultura de aprendizagem e como ela pode colaborar para o crescimento de sua escola, coloque-a em prática. E se quiser ir ainda mais longe na qualidade da sua educação, com uma escola pronta para os desafios do futuro, confira o eBook:

compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on google
Gerente de Produto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *