Por Suellen Bosse, 15 de outubro de 2021

Como ter professores engajados, que contribuem para a retenção e captação de alunos?

Saiba como professores engajados podem ajudar a gestão escolar na retenção e captação de alunos por meio de estratégias como a formação continuada.

Como engajar professores e ter mais retenção e captação? | Sponte

Professores têm o poder de motivar e desmotivar alunos em todas as etapas da Educação Básica. Muitas vezes, uma única palavra ou frase pode ser o suficiente para marcar a vida de um estudante, seja de maneira positiva ou negativa.

Entender como isso funciona é essencial para que esse profissional possa influenciar de maneira certa e positiva, ajudando no desenvolvimento e, também, na retenção e na captação de alunos

Afinal, mantê-los concentrados e motivados, além de incentivá-los a participar do  processo de ensino-aprendizado, é realmente uma tarefa difícil. Mas muitas ferramentas podem ser utilizadas para facilitar e ajudar no engajamento desses estudantes.

A tecnologia, portanto, é uma importante aliada, principalmente para manter o interesse dos alunos das novas gerações e facilitar o processo de aprendizagem em sala de aula, mas de nada adianta se o professor se encontra desmotivado ou sobrecarregado.

Por isso, é essencial, primeiramente, engajar os professores em sua gestão escolar. Só assim eles serão verdadeiros aliados, seja no ensino presencial, seja  na sala de aula online, para conquistar seus estudantes.

Pensando nisso, produzimos este artigo para explicar como a gestão escolar pode ajudar no engajamento de professores e, por consequência, potencializar a captação e a retenção de alunos na instituição de ensino. 

A importância de professores engajados para fidelizar alunos na Educação Básica
Formação continuada: ação indispensável para ter professores engajados
Como a tecnologia contribui para manter os professores engajados?
O que a gestão escolar deve fazer para engajar os professores?

A importância de professores engajados para fidelizar alunos na Educação Básica

Como engajar professores e ter mais retenção e captação? | Sponte

De toda a equipe na gestão pedagógica de sua escola, os profissionais que têm maior contato com os estudantes são os professores. 

Consequentemente, eles têm um impacto muito grande na retenção dessas crianças e adolescentes, e até na captação de alunos novos, porque um professor de destaque tende a se tornar assunto entre estudantes, pais e responsáveis.

No entanto, é preciso levar em conta que a rotina de um docente em escolas de Educação Básica é repleta de atividades diárias, que tomam muito do seu tempo, como:

  • Planejamento e aplicação de aulas.
  • Busca por novas metodologias e estratégias para despertar o interesse dos alunos.
  • Esclarecimento de dúvidas e aconselhamento.
  • Elaboração de avaliações e atividades.
  • Correção de exercícios e atribuição de notas.
  • Engajamento na comunicação com pais e responsáveis.
  • Planejamento de atividades extracurriculares.
  • Registro de notas, presenças e faltas.

Toda essa demanda precisa ser cumprida com pontualidade, paciência e atenção. Do contrário, pode ser difícil para o professor se sentir engajado e motivado o bastante durante todo o ano letivo. E a desmotivação dos professores reflete nos alunos.

Como engajar professores e ter mais retenção e captação? | Sponte

Com a perda da qualidade das aulas, muitas vezes monótonas e conteudistas, os estudantes também perdem a vontade de estarem presentes na escola. Em um cenário mais sério, isso pode levar à evasão de alunos.

Com isso, a captação de novos discentes também é dificultada, já que não haverá interesse da comunidade em uma escola com um ambiente desagradável, que não gera motivação nos estudos.

Você percebe como professores engajados são essenciais para ter uma cultura de rematrículas e até mesmo para a captação de novos alunos?

Com o objetivo de manter o corpo docente motivado, a gestão escolar deve garantir que os profissionais sejam reconhecidos e tenham as melhores ferramentas para executar um bom trabalho.

Nesse sentido, uma das estratégias mais efetivas de uma gestão preocupada com o engajamento de professores é oferecer a formação continuada. Continue lendo para saber mais sobre a estratégia.

Formação continuada: ação indispensável para ter professores engajados

Para entender a importância da formação continuada, é possível trazer uma frase de Jean Piaget, um psicólogo suíço que se interessava sobre os processos de aprendizagem.

O especialista afirmava: “O ideal da educação não é aprender ao máximo e maximizar os resultados, mas é, antes de tudo, aprender a aprender, é aprender a se desenvolver e aprender a continuar a se desenvolver depois da escola”.

Claramente, essa ideia de Piaget pode ser associada à formação continuada, uma vez que o professor deve estar em um constante processo de aprimoramento. A jornada formativa não deve se encerrar ao término de um curso de licenciatura.

Isso porque o mundo está em desenvolvimento contínuo e ininterrupto, e o professor precisa estar sempre informado e atualizado sobre as novidades da Educação, bem como sobre as tendências de aprendizagem de cada geração.

Sendo assim, a formação continuada visa o aprimoramento do corpo docente, de modo a melhorar o desempenho e engajamento de professores em sala de aula.

É importante que a gestão escolar tenha essa preocupação com os professores e ofereça meios e disponibilidade para que eles possam se engajar em projetos capazes de aprimorar o seu desempenho enquanto formadores de cidadãos.

Aliás, em concordância com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), a formação continuada é um direito de todos os professores que atuam em uma instituição de ensino, independentemente de sua natureza.

Além de tudo isso, ela apresenta vários benefícios, como:

  • Mostra que os professores são valorizados na instituição de ensino.
  • Promove o alinhamento entre a proposta pedagógica da escola e o profissional.
  • Introduz novas metodologias de ensino, adaptadas à realidade estudantil, e novas tecnologias, que podem ser usadas para melhorar o processo de ensino-aprendizagem.
  • É essencial para a captação e fidelização dos estudantes, pois a formação continuada melhora a performance do professor durante as aulas, o que agrada o seu público, bem como os pais e responsáveis.
  • Potencializa o engajamento do professor com a escola e suas turmas, pois o profissional sente-se relevante à escola, já que a instituição investiu no seu aprimoramento.


Diante de tantas vantagens, o gestor deve ter como prioridade o incentivo à formação continuada de professores em sua escola.

Isso pode ocorrer por intermédio de pesquisas, oficinas, palestras, cursos (presenciais ou online), workshops, congressos, seminários, rodas de conversa, reuniões periódicas, entre outras estratégias.

Como engajar professores e ter mais retenção e captação? | Sponte

Como a tecnologia contribui para manter os professores engajados?

Vimos, no primeiro tópico deste texto, uma longa lista de funções dos professores, que podem levá-los à desmotivação e ao cansaço.

Contudo, a tecnologia pode ser empregada para ajudar o docente na execução dessas tarefas e tornar o seu dia a dia menos pesado.

Por exemplo, o cálculo de notas dos alunos pode ser feito com o auxílio de um sistema de gestão, que permite utilizar as avaliações parciais para calcular a média final.

Em adição, o sistema pode contribuir com o registro da frequência dos alunos automaticamente, o que alivia ainda mais as atribuições do professor e até da secretaria da escola.

Leia mais: Ferramentas que podem facilitar o trabalho dos professores

Ainda, no modelo de ensino híbrido ou remoto, o envio de trabalhos escolares e avaliações pode ocorrer diretamente pelo sistema. Assim, serão corrigidos mais facilmente e disponibilizados virtualmente para consulta de alunos, pais e responsáveis.

Dessa maneira, o professor não apenas terá mais tempo para o planejamento de aulas, como também será capaz de lecionar com menos pressão e de forma totalmente engajada com a turma.

A atenção do profissional de ensino pode se voltar ao aluno, diferentemente do que acontece em muitas escolas, que o professor precisa dar atenção às pilhas de atividades a serem corrigidas.

Assim, o engajamento dos professores aumentará, junto dos índices de retenção e captação de alunos.

O que a gestão escolar deve fazer para engajar os professores?

Manter a equipe de professores engajada é um dos maiores desafios da gestão escolar.

A adoção de uma política de formação continuada e a disponibilização de ferramentas que tornam a rotina desses profissionais mais leve, como um sistema de gestão, contribuem para aumentar o envolvimento dos docentes com a escola.

Além disso, o gestor deve fazer uso de outras iniciativas para manter os professores engajados e produtivos:

  • Envolvê-los no planejamento de atividades desenvolvidas pela escola, além daquelas previstas em currículo.
  • Comunicá-los sobre os projetos futuros da escola, de modo a instituir uma gestão colaborativa, em detrimento de medidas impositivas.
  • Oferecer feedbacks, a fim de ajudá-los a resolver alguma dificuldade pedagógica ou lidar com uma situação específica.
  • Estar aberto para receber sugestões também é uma maneira de manter os professores ativos com a gestão escolar.
  • Atender às demandas que os professores apresentam faz com que eles se sintam motivados a contribuir com sugestões.

A partir dessas ações, o gestor consegue manter os seus professores engajados dentro da sala de aula, o que é essencial para reter e conquistar alunos, além de, é claro, melhorar a qualidade de ensino e aprendizado.

Quer entender mais sobre como ter mais captação e retenção de alunos? Então, acesse nosso eBook gratuito sobre modelos de ações que a gestão escolar pode ter para captar mais alunos e ter um melhor índice de rematrículas: 

compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on google
Gerente de Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *