Por Cristopher Morais, 18 de fevereiro de 2022
Tempo de leitura: 8 minutos

Metaverso e seu impacto na Transformação Digital na Educação 

Entenda o que é o Metaverso e seu impacto na Transformação Digital na Educação no mundo globalizado que promete revolucionar a vida humana.

Metaverso e seu impacto na Transformação Digital na Educação | Sponte

Um assunto que vem causando polêmicas, desde que foi popularizado por Mark Zuckerberg no fim de 2021, é o metaverso, que promete transformar o mundo como conhecemos em todos os aspectos, inclusive na educação.

Nos próximos cinco anos, a empresa Facebook anunciou que passará de uma companhia de mídias sociais para uma empresa no “metaverso”, que leva o nome Meta para a corporação.

Dessa maneira, a empresa define o Metaverso como o “próximo passo da evolução da conexão social”, o que também leva essa nova perspectiva para a Transformação Digital da Educação.

Porém, muitos ainda acabam por não entender o que é esse Metaverso e como é possível que ele mude a vida humana. Para entender mais sobre esse assunto e como ele afetará a Educação de um mundo globalizado, continue a leitura!

O que é o Metaverso?

Metaverso vem da junção das palavras “meta” que significa “além” e universo. A junção desse termo foi vista pela primeira vez no livro de ficção científica Snow Crash de Neal Stephenson. 

Nesse livro, uma nova realidade aumentada, também chamada de “Metaverso”, permite que os avatares controlados pelas pessoas andem pelas ruas, entrem em lojas e vivam suas vidas nesse mundo programado pelos melhores programadores da Terra.

Leia mais: Como investir em Transformação Digital na educação sem sair no prejuízo?

E é nesse contexto que nasce o Metaverso do Facebook. Ou seja, um espaço digital que existe além da realidade física, uma imersão em um mundo virtual 3D criado pela tecnologia, nas palavras de Mark Zuckerberg: 

[…] Em vez de olhar para a internet, você está nela.

Metaverso e seu impacto na Transformação Digital na Educação | Sponte

Em um grande resumo, o Metaverso é o futuro da soma total entre a realidade virtual e a aumentada e as interconexões entre os espaços virtuais e o mundo físico por meio da internet das coisas (revolução tecnológica que procura conectar os itens usados no dia a dia à internet). 

Um aspecto muito importante dentro disso tudo, é que existe uma ênfase na participação ativa dos usuários nas experiências, ou seja, cria uma realidade perfeita para ser utilizada nos processos de aprendizagem

Como o Metaverso afetará a vida no futuro?

Mesmo ainda não existindo oficialmente, com a realidade atual já é possível prever os efeitos do Metaverso na humanidade e na vida cotidiana. Vejamos alguns exemplos:

Compras no Metaverso

Nos dias de hoje o e-commerce vem tomando conta e crescendo cada vez mais como modelo preferido de compra, principalmente entre os mais jovens. Isso acontece devido a sua praticidade e conforto de comprar sem sair de casa.

Diante disso, o Metaverso promete melhorar ainda mais essa experiência, indo muito além de “provar” roupas e demais produtos digitalmente antes de realizar a compra. As empresas terão de desenvolver marcas virtuais para todos os tipos de pessoas.

Leia mais: Qual o melhor formato de pagamento para sua escola? 

Conexões sociais no Metaverso

O conceito de conexões sociais no mundo digital também muda com o Metaverso. Hoje, com o acesso às redes sociais que nos permitem conversar, mandar fotos e vídeos, compartilhar experiências entre tantas outras coisas, já nos sentimos mais próximos mesmo distantes.

Um bom exemplo disso é em como a Transformação Digital na Educação permitiu que o ensino continuasse durante a pandemia mesmo a distância, em que plataformas virtuais nos conectam e fazem com que o ensino remoto e híbrido ocorram, como na Sala de Aula Online

No futuro Metaverso, essas conexões serão ainda mais profundas e permitirão melhores experiências. Você poderá conversar com amigos em sua sala como se eles realmente estivessem lá.

Se você mandar um vídeo ou foto para alguém, aquela pessoa poderá olhar para essa mídia como se estivesse vivendo ela junto de você e não somente assistindo por meio de uma tela de celular. 

Dessa maneira, é possível criar experiências e conexões muito mais profundas do que as possibilitadas hoje pelo mundo digital. 

Entretenimento no Metaverso 

Assim como as conexões sociais serão impactadas, o mundo do entretenimento também já começou a ser afetado pelo Metaverso. Poder experienciar shows sem estar presente fisicamente, como ocorreu no show virtual Bigger Love de John Legend, que utilizou da tecnologia Wave XR para transmitir o cantor virtualmente e arrecadar fundos.

Metaverso e seu impacto na Transformação Digital na Educação | Sponte

Conceitos parecidos podem ser encontrados também nos shows de Travis Scott e Ariana Grande, realizados no jogo Fortinite, um dos mais populares entre a geração Z. 

Leia mais: Geração Z: sua escola sabe como lidar com eles?

Trabalho no Metaverso

O trabalho no Metaverso torna-se uma junção do melhor do home office com o trabalho híbrido. No Workrooms, por exemplo, plataforma também desenvolvida pela Meta, os funcionários vestem óculos de Realidade Virtual para trabalhar e são transportados para uma sala de conferência que também é virtual.

Cada pessoa pode ser representada por um avatar e pode interagir com objetos, como computadores e projetores, além de interagirem entre si. 

Metaverso e seu impacto na Transformação Digital na Educação | Sponte

O Metaverso ainda promete melhorar a produtividade e lidar com o sentimento de solidão que avassala os trabalhadores remotos, afetando seu desempenho e saúde mental. 

O design organizacional também é outro ponto que pode sofrer mudanças com o Metaverso. Portanto, neste futuro que nos espera, modelos de trabalho verticalizados, com uma menor hierarquia e uma maior colaboração, tornam-se mais fortes.  

Metaverso e a Transformação Digital no ensino 

É impossível que vendo todas essas mudanças, o Metaverso também não afete a Transformação Digital no ensino. 

CTA

A educação digital na pandemia permitiu a distribuição dos quadrantes híbridos no modelo de ensino, que permitem ter uma breve ideia de como a educação pode ser afetada em um primeiro momento pelo Metaverso. 

Leia mais: Tecnologia aplicada na alfabetização em sua escola 

Esse tipo de modelo considera dois eixos: o de espaço (virtual e físico) e o de tempo (síncrono e assíncrono). A junção de ambos pode resultar no quatro quadrantes de possibilidades didático-pedagógicas utilizadas nos dias de hoje:

  • Presencial Síncrono: aqui o ambiente físico e o tempo determinado são utilizados, ou seja, as salas de aula convencionais no método tradicional de ensino, com presença física simultânea de professores e alunos no mesmo espaço físico, a sala de aula.
  • Virtual Síncrono: a famosa Sala de Aula Online e outras tecnologias digitais na pandemia permitem que aqui a presença virtual simultânea de professores e alunos. Ou seja, uma aula normal, mas realizada em ambiente virtual por chamadas de vídeo, como são feitas no dia de hoje.
  • Presencial Assíncrono: a realização de atividades práticas supervisionadas no tempo escolhido pelo estudante, mas sem a necessidade de presença simultânea do professor. Como exemplo temos as salas de estudo, as práticas de laboratório ou no trabalho em campo. 
  • Virtual Assíncrono: aqui é o tão conhecido modelo EaD 100% online de ensino. O aluno acessa por meio de ambientes virtuais de ensino o conteúdo digital disponibilizado pela escola.

Leia mais: Como adaptar aulas remotas e aulas presenciais 

Diante disso, o Metaverso pode misturar ainda mais esses quadrantes, em que aulas presenciais e virtuais se misturam, colocando alunos e professores juntos em ambientes virtuais, permitindo uma experiência mais complexa e profunda do que a do ensino remoto. Isso tudo sem sair de casa.

O desenvolvimento de ferramentas tecnológicas e seu uso promovido na pandemia também dão um norte para que lugar o Metaverso vai levar a educação. Entre esses recursos, já é possível encontrar escolas que usam dessas tecnologias disponíveis, como:

  • Realidade aumentada
  • Realidade virtual
  • Reconhecimento de imagem
  • Rastreamento ocular

Um forte exemplo do uso dessas tecnologias é o Escritório Metropolitano de Educação de Seul, capital coreana, que com a pandemia, começou a oferecer aulas virtuais de ciência para alunos da Educação Básica

Os alunos aprimoram suas habilidades de aprendizagem explorando um mundo virtual interativo, com experiências práticas em seus avatares por meio da realidade virtual. São oferecidas aulas de música, observações de objetos astronômicos e aulas de arte baseadas na inteligência artificial.

Metaverso e seu impacto na Transformação Digital na Educação | Sponte

Dessa maneira, os alunos podem melhorar suas habilidades de aprendizado ao explorarem um mundo virtual interativo que abre a porta para várias possibilidades no Metaverso: os alunos poderão jogar, praticar, fingir, ser criativos, artísticos e ainda fazer coisas que eles não fazem ou ainda não são capazes de fazer, como dirigir.  

Por meio do Metaverso na Transformação Digital da Educação, alunos de todo o mundo poderão partilhar aulas no mesmo espaço que pode ser ministrada por um professor e um programa de inteligência artificial, que acompanha o desenvolvimento de cada aluno e seleciona atividades personalizadas para cada um.

Por fim, é possível compreender que as possibilidades para a educação com o Metaverso são muitas, principalmente quando tratamos de metodologias ativas em sala de aula, já que é aberta uma maior possibilidade de relações verticais e intensifica o papel do professor como mediador de conhecimento. 

Metaverso e melhores resultados na gestão escolar

Como se pode perceber, são muitos os impactos do Metaverso na educação, mas como a gestão escolar pode se preparar e aproveitar dessa Transformação Digital na Educação para melhorar seus resultados? Acompanhe: 

Captação de alunos

Já parou para pensar se sua escola estivesse no metaverso? Apresentando o mesmo ambiente físico mas em um espaço virtual? 

Dessa maneira, famílias poderiam visitar a instituição e conhecer como a escola funciona, além de até mesmo participar das aulas que poderão ocorrer no próprio Metaverso. 

Além disso, a possibilidade de visitas à instituição se torna muito maior do que presencialmente, aumentando a captação de alunos.

Leia mais: Tendências da educação para 2022 no ensino e na gestão 

Matrículas e rematrículas

Com uma escola no Metaverso, o processo de matrícula e rematrícula tende a ser muito mais ágil e fácil. Nos dias de hoje, algumas escolas já dão essa opção online, mas não são muitas.

Porém, no Metaverso os pais e responsáveis possuem a possibilidade de realizar perguntas e interagir com a secretaria sem sair de casa em um ambiente igual ao da escola, levando mais humanização ao atendimento, mesmo de forma online.

Além disso, com toda certeza a busca por escolas que também estejam inseridas no Metaverso vai aumentar muito o número de matrículas das instituições que serão adeptas a essa Transformação Digital no Ensino.

Vale lembrar que tudo isso são apenas possibilidades, mas que tem uma alta probabilidade de se tornarem reais ao longo dos próximos anos, portanto, mostra uma extrema necessidade de se preparar para esse momento.

Leia mais: Gestão escolar do futuro: saiba como preparar sua escola!

Como as escolas podem se preparar para o Metaverso? 

Além de acompanhar a Transformação Digital na Educação, se aproximando do Metaverso por meio de tecnologias como da realidade virtual, realidade aumentada etc. A principal maneira para se preparar para esse impacto tecnológico vai ser a formação do corpo docente.

Metaverso e seu impacto na Transformação Digital na Educação | Sponte

Por conta da educação digital na pandemia, muitos professores tiveram de aprender a lidar com novas tecnologias para continuar com o ensino. Porém, quando falamos de Transformação Digital na Educação, no mundo globalizado, não dá para se acomodar.

É necessário que as escolas estimulem os docentes ao uso de novas tecnologias nas salas de aula, pois, por mais que ainda não seja uma realidade, o Metaverso chegará em um piscar de olhos. 

Leia mais: Valorização de professores: o futuro para uma educação melhor

Como você já sabe, esse tipo de tecnologia vai ser facilmente adaptada por nossos alunos, visto que grande parte deles já possui contato com o conceito do Metaverso em jogos como Fortnite ou Minecraft

Quer saber ainda como a valorização do Professor é a chave para a Educação do Futuro? Então acesse nosso Webinar gratuito com Juliano de Melo Costa, Vice-presidente de Produtos Educacionais da Pearson LTDA:

CTA

compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Gerente de Produto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.