Saiba quais são as principais responsabilidades do orientador pedagógico

Entenda como o orientador pedagógico deve atuar dentro da gestão escolar, com mais engajamento de pais e alunos com o dia a dia da escola.

Por Marcelo Fossá em 08 de abril de 2021.

Você sabe qual é a função do orientador pedagógico na gestão escolar? É ele que se certifica de que o aluno esteja evoluindo academicamente, acompanhando caso a caso, turma a turma, o desenvolvimento do corpo estudantil e entendendo suas necessidades individuais.

O orientador pedagógico tem funções específicas junto à equipe gestora e desempenha esse papel fundamental para as escolas. Por isso, é importante que o gestor saiba quais são as principais responsabilidades desse profissional e o que ele pode ou não fazer.

Para isso, continue acompanhando este artigo e saiba como esse profissional pode ajudar no desenvolvimento dos alunos, assegurando um processo de aprendizado de qualidade.

Qual a função do orientador pedagógico dentro das escolas?
Qual é a importância do orientador pedagógico?
Quais são as principais responsabilidades do orientador pedagógico?
Onde o orientador pedagógico entra na gestão escolar?
Como o orientador pedagógico pode trabalhar dentro do sistema online?

Qual a função do orientador pedagógico dentro das escolas?

Podemos dizer que o orientador pedagógico é o profissional responsável pelo acompanhamento do desempenho dos estudantes. Mas você sabe, na prática, como ele atua dentro da escola?

O orientador pedagógico é um profissional-chave dentro da instituição, pois ele cria laços com todos da comunidade escolar ao trabalhar com as relações entre o corpo estudantil e os demais membros dessa comunidade.

Ele age como conector e se encarrega de que os vínculos que nutrem a escola estejam saudáveis e equilibrados, sempre focando no bem-estar de cada aluno, a fim de garantir que seu processo de aprendizado seja o melhor possível.

Quando usamos expressões como “de cada estudante” ou “aluno por aluno”, estamos falando literalmente, uma vez que o orientador pedagógico trabalha de forma individualizada o caso de cada aluno, pois ele sabe que o aprendizado em si é uma jornada individual.

As metodologias ativas vêm ganhando espaço nas escolas justamente por promoverem um sistema de aprendizado que seja flexível o suficiente para oferecer opções personalizadas, de acordo com as necessidades de cada aluno.

Ainda assim, muitos estudantes podem enfrentar algum problema cuja origem se misture com outros fatores que envolvem sua vida escolar, como a família, a relação com outros colegas ou até mesmo com o próprio ambiente da instituição. 

Nesse caso, o orientador pedagógico entra para descobrir o que está barrando o desenvolvimento do aluno e ajudá-lo a superar isso.

Ou seja, enquanto os professores trabalham a questão do conteúdo escolar previsto, o orientador pedagógico trabalha “conteúdos atitudinais”. Isto é, tudo que tange às relações interpessoais – e até construções de valores – e que está associado ao processo pedagógico.

Para tanto, o orientador deve estar alinhado com os professores e coordenadores, e estar sempre ciente de como cada turma está respondendo durante as aulas. Isso tem a ver com as notas, mas também com a participação da turma durante o processo pedagógico.

Vale ressaltar que essa função costuma ser exercida por profissionais com formação em Pedagogia ou especialização em Orientação Educacional.

Qual é a importância do orientador pedagógico?

A função do orientador pedagógico é fundamental tanto para o desenvolvimento dos alunos quanto para o bom desempenho da escola como um todo, sendo essencial para a instituição de ensino.  

Esse profissional tem um papel de destaque por ser o membro da equipe escolar que vai dar o suporte necessário para os alunos e para os professores, sendo capaz de criar uma relação com os estudantes e fazer parte de suas conquistas e dificuldades.

Ele também deve participar ativamente na criação e desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico (PPP), por ser quem possui os conhecimentos necessários dos estudantes para auxiliar os professores a construírem um bom plano de ensino para o ano letivo.

Além disso, a importância do orientador pedagógico pode ser percebida na mediação entre os alunos e professores. Isto é, os problemas e dificuldades apresentados por professores e pelos estudantes são mediados pelo orientador pedagógico para que possam ser resolvidos da melhor forma possível.

Quais são as principais responsabilidades do orientador pedagógico?

Planejamento para escolas de idiomas em 2021 | Sponte

Ficou claro, então, que o orientador pedagógico é o profissional que exerce seu papel com base no processo de aprendizagem dos estudantes. 

Isto é, ele faz o acompanhamento pedagógico de cada aluno, seja de forma online ou presencial, com o objetivo de saber se eles estão com um bom desempenho e se precisam de ajuda em caso de problemas.

Sabendo das funções que esse profissional desempenha e sua importância dentro das escolas, é possível estabelecer com mais clareza quais são as suas responsabilidades. Confira a seguir:

1. Ser um apoio e auxílio para os alunos

Esse profissional atua em conjunto com os professores e coordenadores para garantir o bem-estar dos alunos.

Também é ele que cultiva possibilidades para que todos os estudantes tenham o que precisam para se desenvolverem como cidadãos e aprimorarem o seu conhecimento.

2. Ajudar na construção do PPP

Para o devido cumprimento de sua função, é essencial que o orientador pedagógico participe ativamente do processo de construção do Projeto Político-pedagógico da escola e esteja ciente de todos os objetivos nele propostos.

Isso porque é esse planejamento que irá ajudar o orientador pedagógico a exercer seu trabalho de forma consistente e alinhada com as metas da instituição.

3. Trabalhar em parceria com pais e professores

É fundamental que o orientador pedagógico esteja em contato constante com os pais ou responsáveis pelos alunos, bem como com os professores. 

Somente assim esse profissional poderá compreender todo o contexto em que o estudante se encontra, entender qual é o problema e trabalhar com ele, propondo soluções.

Além disso, é na caminhada rumo à superação de qualquer obstáculo relacionado ao seu processo de aprendizagem que o aluno mais precisa do apoio de seus professores e seus responsáveis. Portanto, o orientador pedagógico trabalha também para manter todos alinhados em prol do estudante.

4. Saber mediar conflitos

Principalmente quando o problema envolve competências socioemocionais, ou ainda relações interpessoais, pode ser que alguns conflitos venham a surgir entre dois estudantes ou mais. 

O orientador pedagógico entra, então, como mediador, fornecendo ferramentas e criando um clima propício para a resolução de conflitos. Para essa tarefa, é necessário ter um olhar crítico, empatia e muito bom senso.

5. Participar ativamente do convívio escolar

O orientador pedagógico precisa estar atento ao que as turmas têm falado sobre as aulas, os professores, a própria gestão e o ambiente escolar. 

Por isso, esse profissional não pode trabalhar apenas em sua sala. Ele precisa sair, frequentar todos os ambientes da instituição e conversar com os alunos, ouvindo e observando o que eles têm a dizer. 

Somente assim ele poderá ter uma noção realista de todas as relações e processos que envolvem os alunos e seu ambiente de aprendizado.

6. Orientador pedagógico NÃO É psicólogo escolar

Apesar do trabalho individualizado e o foco no que chamamos neste artigo de conteúdos atitudinais, o orientador pedagógico não atua como um psicólogo escolar. 

Essa é uma perspectiva que precisa ser evitada para que os papéis desses profissionais não sejam confundidos. É preciso ter em mente que as funções do orientador pedagógico estão relacionadas às dificuldades relacionadas ao conceito pedagógico e não ao terapêutico.

Onde o orientador pedagógico entra na gestão escolar?

Gestão pedagógica: o que é e como fazer? | Sponte

O orientador pedagógico faz parte da equipe gestora, composta também pelo diretor e pelo coordenador pedagógico. É também o responsável por auxiliar os professores a exercerem sua prática em sala de aula, já que podem indicar o que precisa ser feito para garantir que um determinado aluno consiga melhorar suas notas em avaliações ou postura em sala de aula.

O orientador pedagógico também é mais próximo dos alunos e é capaz de saber quais são seus sentimentos, atitudes e valores. Esse profissional pode, então, ajudar os estudantes a lidarem com seus problemas relacionados ao ensino-aprendizagem, mostrando caminhos e possibilitando que eles criem autonomia para resolvê-los.

Como o orientador pedagógico pode trabalhar dentro do sistema online?

O orientador pedagógico possui uma função crucial dentro de uma instituição de ensino, que é a de conectar e mediar as relações entre os alunos e demais membros da comunidade acadêmica.

Com uma responsabilidade tão dinâmica quanto essa, atuar no ensino a distância pode ser um grande desafio. Contudo, a tecnologia oferece também boas ferramentas para cumprir esse papel da melhor forma possível.

Para tanto, um software de gestão escolar que trabalhe de forma integrada, conectando a gestão administrativa, pedagógica e os próprios alunos e suas famílias, é indispensável.

Nesse cenário, o software é quem irá conectar todas as partes e possibilitará que o orientador pedagógico forneça, de forma digital, o apoio e a orientação individualizada que ele normalmente consegue fazer no presencial. 

Estar em contato com os pais ou responsáveis pelos alunos é também essencial nessa tarefa, pois, para superar suas dificuldades, os estudantes precisam do apoio tanto da família quanto dos professores.

Muitas instituições de ensino estão funcionando em um sistema de ensino híbrido ou a distância hoje em dia. E mesmo em um cenário comum, muitos pais não conseguem ser tão presentes quanto gostariam na escola de seus filhos. 

Por isso, trabalhar de forma online é uma saída interessante para o orientador pedagógico nessas situações.

Obviamente que, em todo caso, é preciso um esforço em conjunto de todas as partes envolvidas para fazer essa relação funcionar. Mas, seguramente, com o sistema de gestão certo, essa missão se torna perfeitamente possível.

Saiba como o Sponte ajuda no contato com a comunidade escolar: Portal do Aluno e App Sponte Agenda.

Se você quer saber mais sobre a função da escola nas aulas a distância, acesse nosso eBook:

Marcelo Fossá / Gerente de Atendimento

Atualmente é Gerente do Atendimento da Sponte há quase 8 anos e possui experiência nas áreas de suporte e sucesso do cliente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *