Por Carla Helena Lange, 26 de janeiro de 2022
Tempo de leitura: 8 minutos

O sucesso da gestão escolar depende de você: saiba como potencializar a escola

O sucesso ou o fracasso de uma escola depende muito do planejamento de gestão escolar. Saiba como desenvolver habilidades e características que diretores de escolas de sucesso compartilham.

Potencialize a escola com gestão escolar de qualidade | Sponte

O sucesso de uma escola depende essencialmente de uma gestão escolar de qualidade. Com uma liderança bem sucedida, uma escola cresce e se torna um local onde os alunos não apenas são educados e recebem conhecimento científico, mas também são incentivados e nutridos para construírem um projeto de vida.

Em contrapartida, quando a organização da gestão escolar não é satisfatória, a instituição pode sofrer com vários problemas. Ou seja, o sucesso ou o fracasso de uma escola dependem muito do planejamento de gestão escolar.

Em meio a tantos desafios, o gestor de escola costuma se perguntar: afinal, o que faz um gestor ter sucesso? Existe um guia para isso? Como se tornar eficaz como gestor e tornar a escola líder de mercado? 

A resposta para essas perguntas depende de uma série de fatores que incluem estratégias, habilidades e características que gestores de escolas de sucesso compartilham

Você quer saber mais sobre esses atributos? Continue a leitura! Preparamos dicas simplificadas para potencializar sua escola com uma gestão escolar poderosa:

Potencialize a escola com gestão escolar de qualidade | Sponte

Qual a importância da gestão escolar de qualidade? 

Desde o início da pandemia do coronavírus e a descoberta de grandes problemas na educação, o papel do diretor escolar se tornou ainda mais indispensável para atender às necessidades dos alunos. 

Por isso, não é difícil elencar inúmeras justificativas para a grande importância de uma gestão escolar de qualidade. 

Quando a escola tem um bom planejamento, o que depende diretamente da gestão escolar, é garantido que os alunos tenham acesso a grandes oportunidades educacionais. 

Além disso, com muito trabalho, gestores de escolas criam ambientes de aprendizado e capacitam a equipe a assumir papéis de liderança, para que cada vez mais a escola seja fortalecida e organizada. 

A importância da gestão escolar de qualidade também se intensifica quando se compreende que o diretor é o maior responsável por motivar uma escola, esforço esse que dura o ano todo. 

Leia mais: Como investir em Transformação Digital na educação sem sair no prejuízo?

Esse trabalho tem muitas responsabilidades, entre elas: 

  • Proporcionar aos alunos oportunidades para que desenvolvam seus projetos de vida e objetivos acadêmicos.
  • Criar um ambiente seguro, cooperativo e coletivo, onde todos têm oportunidade de dialogar.
  • Cultivar o espírito de liderança e autonomia para que os professores, alunos, pais e responsáveis, todos compreendam seu papel na educação.
  • Oferecer oportunidades para que os professores fiquem mais motivados, ensinem da melhor maneira possível e os alunos consigam aprender com qualidade.
  • Gerenciar todo o corpo escolar, dados e processos, tudo com muita organização para promover melhorias na escola.

Essas tarefas exigem habilidades cruciais de um gestor: liderança, empatia, conhecimento, foco, resiliência, criatividade e visão a longo prazo. 

Se a gestão não for de qualidade, é muito improvável que haja sucesso na aprendizagem do aluno ou nos resultados da escola.

Leia mais: Transformações metodológicas e o que pode ser feito pela gestão escolar para manter os alunos engajados

As 6 principais características de um bom diretor de escola

O trabalho do diretor escolar é um equilíbrio entre ser gratificante e desafiador. 

Além dos requisitos profissionais necessários para se tornar um diretor, há algumas características fundamentais para realizar um trabalho de sucesso que torna a escola referência em educação de qualidade. 

Esses atributos se manifestam diariamente no trabalho do diretor, na forma como este se relaciona com o corpo docente, com alunos, pais e responsáveis, como realiza suas atividades e o planejamento da gestão escolar. 

Veja algumas dessas características para se inspirar na gestão: 

Potencialize a escola com gestão escolar de qualidade | Sponte

Entende a importância de trabalhar em equipe

Todos nós já ouvimos pelo menos uma vez na vida que trabalhar em equipe é vital para um bom ambiente de trabalho. 

Na realidade da escola, essa verdade se confirma ainda mais. Diretores de sucesso compreendem que a principal vantagem de trabalhar em equipe é criar uma enorme força na resolução de problemas. 

Leia mais: Como ter professores engajados, que contribuem para a retenção e captação de alunos?

Quando a comunidade escolar consegue trabalhar em conjunto, unindo as forças e habilidades para resolver um problema, a probabilidade de uma solução bem sucedida aumenta. 

Além disso, gestores escolares dinâmicos impulsionam o desempenho dos alunos, oferecem instruções, formam equipes e engajam os pais e responsáveis a participar ativamente da escola. 

Esse perfil de diretor é de verdadeiro líder, que multiplica talentos dentro da escola, mas só se consolida a partir do trabalho em equipe.

Leia mais: Gestão escolar do futuro: saiba como preparar sua escola!

Desenvolve a escuta ativa

A função da gestão escolar só pode ser exercida se o diretor for capaz de ouvir e ver coisas além do seu ponto de vista. 

Ouvir parece algo simples, certo? 

Porém, a posição da gestão escolar exige mais do que simplesmente ouvir. É necessário ter escuta ativa, que exige total concentração no que o outro lado tem a dizer.

Dessa forma, o diretor consegue estabelecer um relacionamento de confiança com os alunos, pais, responsáveis e toda a comunidade escolar. 

Essa habilidade é necessária para tornar os diálogos mais eficientes, incentivar o trabalho em equipe, desenvolver empatia e otimizar todo o trabalho da gestão escolar. Veja algumas barreiras que podem estar te impedindo de ter uma escuta ativa: 

  • Escutar as pessoas enquanto faz outras coisas
  • Recusar críticas ou comentários que não satisfazem suas expectativas
  • Pensar constantemente no que vai fazer depois e esquece de ouvir
  • Concluir os pensamentos dos outros antes da hora

Se você percebe em si alguns desses sinais, saiba que a escuta ativa é uma habilidade que, assim como qualquer outra, precisa ser desenvolvida. Preste atenção em como você se comporta ao ouvir qualquer pessoa da comunidade escolar e desenvolva sua concentração.

Potencialize a escola com gestão escolar de qualidade | Sponte

Cria ambientes de aprendizagem colaborativos e inclusivos

A ONU define que a escola, como um ambiente inclusivo, deve ser capaz de acolher todo tipo de aluno e de oferecer uma educação de qualidade, ou seja, respostas educativas compatíveis com as suas habilidades, necessidades e expectativas.

O planejamento de gestão escolar deve incluir práticas inclusivas, que envolvem o treinamento de professores para que eles façam as mudanças necessárias no processo de ensino-aprendizagem. 

A função da gestão escolar é promover esse ambiente e oportunizar formação continuada para os professores. Dessa forma, a escola será um ambiente de aprendizagem colaborativo e inclusivo. 

Sabemos que atitudes negativas, falta de consciência e de recursos e a pouca colaboração da comunidade escolar podem ser grandes desafios enfrentados pelos diretores escolares na busca por transformar a escola em inclusiva. 

Leia mais: Como trabalhar as diferenças na escola e promover o respeito entre os alunos

É por isso que esse processo exige do gestor escolar algumas características para superar os desafios, como: 

  • Sensibilização: o gestor escolar precisa compreender a necessidade de tornar a escola um ambiente colaborativo e se sensibilizar com as necessidades dos outros. A partir dessa sensibilização, pode promover a participação de toda a comunidade escolar na criação de um ambiente inclusivo. 
  • Organização: criar um ambiente colaborativo e inclusivo depende de um planejamento de gestão escolar eficiente. É preciso estipular metas claras, de curto e longo prazo, e formas de alcançá-las, considerando a colaboração da secretaria, alunos, pais e responsáveis.
  • Colaboração e comunicação: criar um ambiente onde toda a comunidade escolar se envolve na colaboração de uma escola inclusiva. 

Com essas características e o interesse constante em fazer melhorias, a gestão escolar conseguirá cumprir com seu papel de criar um ambiente colaborativo e inclusivo para que todos os alunos possam aprender mesmo com suas singularidades.

Leia mais: Como sua escola pode ser mais diversa e inclusiva?

Realiza a gestão de prioridades

Se você não tiver prioridades claras, é fácil gastar energia e tempo em atividades que não são realmente importantes. Quanto melhor o gestor escolar conseguir priorizar o que precisa ser feito, mais ele aproveita seus esforços para aperfeiçoar a qualidade do ensino. 

Um gestor escolar que leva uma escola a ser líder de mercado prioriza suas tarefas com base em:

  • Planejamento com antecedência
  • Cronograma diário, semanal, mensal ou semestral
  • Avaliação periódica da organização do tempo
  • Delegação de tarefas para aliviar a demanda
  • Disciplina e foco
  • Tecnologia e um sistema de gestão escolar para automatizar tarefas

Com essas dicas, além de otimizar o uso do seu tempo, você também está trabalhando para um ambiente colaborativo, porque delegar tarefas mostra para sua equipe que você vê o potencial dela para resolver uma demanda. 

Além disso, controlar melhor sua carga de trabalho e desenvolver habilidades da sua equipe, delegando tarefas, faz com que sua escola produza melhores resultados e você não vai estar sempre com a sensação de “apagar incêndio”. 

Potencialize a escola com gestão escolar de qualidade | Sponte

Prioriza a comunicação clara

Nada pior para o desempenho da escola do que uma comunicação pouco clara. Seja em um simples recado ou em uma importante reunião, é fundamental estabelecer a comunicação de maneira clara e objetiva. Esse é um dos principais elementos fundamentais para ser um diretor de sucesso.

Leia mais: A comunicação entre pais e escola: o que a tecnologia tem a nos ensinar?

Além disso, falando em gestão de comunicação escolar, estamos englobando públicos bem diferentes, de diferentes realidades sociais. 

Desse modo, cabe ao diretor escolar organizar da melhor forma possível uma comunicação assertiva, focada na participação de todos os envolvidos na educação, sem exclusão, sempre com o objetivo de bom desempenho e desenvolvimento dos alunos. 

Quando o diretor escolar tem boa gestão de comunicação, os alunos têm melhor proveito do ensino, os profissionais são motivados e os responsáveis engajados em participar das atividades escolares. 

CTA

A comunicação clara potencializa o desempenho escolar e fortalece os laços entre a escola e a família. 

Uma forma recorrente que diretores utilizam para fortalecer a comunicação assertiva é a tecnologia. Com o Portal do Aluno do Sponte é possível reduzir ruídos de comunicação e manter sua comunidade escolar conectada e informada em tempo real. 

Leia mais: Comunicação escolar: como manter o engajamento com alunos, pais e responsáveis?

Possui a capacidade de tomar decisões

Quantas vezes você precisou tomar uma decisão rápida mas não conseguiu porque não tinha as informações necessárias?

Cada decisão que o diretor escolar toma influencia diretamente nos resultados da instituição. Entretanto, essa é uma tarefa complexa, porque é preciso definir o problema, coletar informações, identificar alternativas e escolher a solução ideal. 

Uma gestão escolar de qualidade precisa estar preparada para tomar qualquer decisão a qualquer momento, ciente de que isso impacta os resultados da escola e dos alunos.

Por isso, os gestores escolares devem ter cuidado para não cometer alguns erros:

  • Colocar-se como ponto central da situação
  • Agir de maneira individualista
  • Tomar decisões com pressa e impulsividade
  • Deixar de avaliar todas as possibilidades
  • Ignorar a opinião de mais pessoas que estão envolvidas na situação

Em sua profissão, o gestor escolar se depara constantemente com a necessidade de tomar decisões as quais influenciam outras pessoas e até mesmo uma equipe inteira. 

Por esse motivo, cada decisão deve ser tomada pensando nos resultados da escola e na manutenção de um ambiente harmonioso e colaborativo.

Há algumas formas de tornar esse processo mais fácil. Se você precisa tomar uma decisão que envolve investimento, por exemplo, com um sistema de gestão escolar com gestão financeira, todas as informações ficam centralizadas e em poucos minutos você tem a resposta para aquela decisão. 

Se quer saber mais sobre como melhorar os resultados da sua escola e seu desempenho como diretor, com uma educação mais digital, eficiente e humana, preparamos um material especial para você aprender mais: 

CTA

compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Analista de Conteúdo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.