Diminua a inadimplência com métodos de cobrança eficientes

Conte com estratégias para reduzir a inadimplência escolar em centros de ensino de idiomas, cursos profissionalizantes e cursos livres.

Por Cristopher Morais em 09 de março de 2021.

A inadimplência é algo que atrapalha muito o andamento da gestão escolar. A escola se planeja, compra materiais, quer melhorar sua infraestrutura, mas o fato de ficar sem receber pode afetar a qualidade das aulas mais cedo ou mais tarde.

Esse problema é ainda mais recorrente em cursos de idiomas e escolas de cursos profissionalizantes. Dependendo da quantidade de alunos que estejam matriculados, qualquer diminuição no faturamento pode se transformar em complicações ainda maiores.

Essa é uma situação extremamente delicada, pois é o tipo de problema que não vem de dentro da escola. Ou seja, é muito mais difícil de se resolver. Ainda assim, existem formas da instituição contornar a questão.

Ao longo deste post, iremos falar sobre como lidar com a inadimplência e abordaremos métodos de cobrança que podem ajudar a diminuir a ocorrência desse problema no seu centro de ensino. Acompanhe:

Como lidar com alunos inadimplentes
Como realizar as cobranças no caso de inadimplências?
Pagamento recorrente: como funciona e quais são os seus benefícios?
Conte com o Sponte para ajudar com a automação financeira

lide-com-a-inadimplencia-com-metodos-de-cobranca

Como lidar com alunos inadimplentes?

Muitos gestores ficam em dúvida sobre como lidar com os alunos inadimplentes. Será que a melhor solução seria interromper o serviço? Afinal, se o aluno não está pagando, ele pode continuar usufruindo das aulas?

Via de regra, o status financeiro da relação aluno e escola não é levado em consideração nesse caso. Inclusive, por lei, o aluno não pode passar por nenhuma situação vexatória ou ter prejuízos acadêmicos por conta do não pagamento de mensalidades. 

Isto é, cortar o acesso do aluno às aulas não é a solução, pelo menos até que o período letivo termine.

De todo modo, uma postura agressiva dificilmente solucionará esse caso. O mais adequado é realizar as cobranças da forma amigável, mantendo o aluno enquanto durarem as aulas. 

Se ao término desse período o pagamento não tiver sido realizado, as opções são chamar o responsável pelas dívidas para conversar, aplicando estratégias de cobrança. 

Também é possível acionar a justiça para recuperar os valores, mas essa deve ser a última opção. Antes disso, busque entender outras formas de lidar com a inadimplência.

Como realizar as cobranças no caso de inadimplências?

Realizar cobranças nunca é uma tarefa fácil, mas existem dicas que são muito úteis nessa missão delicada. Separamos algumas a seguir. Confira:

  • Use diversos canais para realizar a cobrança

Essa dica é fundamental. Ela garante que quem está devendo receba a cobrança e também se torna um argumento a favor da instituição num possível impasse jurídico. 

Outro bom motivo para diversificar os canais de cobrança é que esse novo sistema se aplicará a todos os alunos, melhorando a comunicação com a escola e prevenindo contra futuros casos de inadimplência.

A cobrança multicanal pode ser feita via SMS, e-mail e WhatsApp ou, ainda, ofertando diversas meios de pagamentos, como: a recorrência no cartão de crédito, o envio de link de pagamento online e boletos. Nessas horas, ter um software de gestão escolar como o Sponte, que oferece aos alunos, pais e responsáveis diferentes opções de pagamento, é fundamental garantir um bom fluxo de caixa.

  • Se abra a negociações

Muitas vezes, principalmente no contexto econômico atual, a inadimplência pode acontecer de forma não intencional. Sabemos que, hoje em dia, muitas pessoas estão desempregadas ou lidando com redução no salário. 

Isso faz com que revejam suas prioridades de gastos. Cursos técnicos ou de idiomas, infelizmente, recebem boa parte dos cortes no orçamento familiar.

Sabendo disso, é importante conversar e estar ciente da situação de cada aluno, a fim de que seja possível achar a melhor solução para a quitação da dívida. 

Assim, esse é o momento de escola, alunos ou responsáveis trabalharem juntos. Por isso, é importante abordar o assunto com calma e sensibilidade.

  • Organize os casos de inadimplência

Para tomar as melhores decisões em relação à negociação das dívidas para com a escola, é recomendável que o gestor organize os casos separando os alunos que deixaram de pagar uma mensalidade ou parcela pontual daqueles que são inadimplentes de forma recorrente.

Isso porque a forma de se lidar com a cobrança será diferente dependendo do caso.

Uma inadimplência pontual pode ocorrer por um lapso de memória ou por uma emergência financeira. 

Uma inadimplência recorrente é um caso mais sério que vai demandar um equilíbrio entre firmeza e flexibilidade por parte do gestor escolar.

  • Diversifique as formas de pagamento

Praticidade é uma questão fundamental para os dias de hoje. Todos temos uma vida muito corrida, cheia de cobranças e, por isso, estamos sempre em busca de alguma alternativa ou ferramenta que possa facilitar os processos cotidianos. 

Portanto, oferecer opções que facilitem a tarefa de pagamento é sempre uma boa ideia para diminuir ainda mais o índice de inadimplência.

O boleto bancário é a forma mais usual de se realizar cobranças em uma instituição de ensino, e pode ser facilitado com a ferramenta para emissão de boletos automatizados do Sponte.

Também é possível trabalhar com pagamento por cartão de débito ou crédito. Inclusive, esse é um modelo muito interessante para quem trabalha com um público mais adulto, como cursos técnicos e profissionalizantes.

No entanto, a melhor forma de se trabalhar com o recebimento de mensalidades é utilizar o método de pagamento recorrente. A seguir, conheça mais sobre esse meio de pagamento:

Pagamento recorrente: como funciona e quais são os seus benefícios?

O pagamento recorrente é um método muito popular entre empresas que oferecem serviços com contratos periódicos, como academias de ginástica e escolas. Com ele, a cobrança é feita mensalmente e de forma automática, com os valores sendo descontados da conta do cliente na data pré-estabelecida em contrato.

Esse tipo de pagamento favorece a diminuição de inadimplência justamente porque não depende da ação do aluno ou responsável para ser efetivada. Uma vez marcada a data, o valor é transferido automaticamente para a conta da escola.

Para o aluno ou responsável, a vantagem, além da praticidade de não precisar se preocupar em lembrar a data do pagamento ou vencimento do boleto, está também no fato de que o pagamento recorrente não consome do limite do cartão, caso seja programado para cair no cartão de crédito. 

Já para a escola, uma vez firmado o contrato e autorizado o pagamento mensal, acabaram-se as cobranças e os trabalhos manuais da equipe administrativa. Tudo passa a ser feito automaticamente.

Conte com o Sponte para ajudar com a automação financeira

É fato que alunos e responsáveis, às vezes, esquecem de pagar os boletos da escola. A própria correria do dia a dia pode interferir e fazê-los esquecer de suas contas. 

Quando não se pode pagar certo valor, é interessante que os pais ou responsáveis entrem em contato com a instituição para tentar resolver a situação da melhor forma.

Falamos muito durante este post sobre métodos que ajudam a fazer essas pessoas quitarem suas dívidas e pagarem as mensalidades ou parcelas pontualmente. Aliás, falamos sobre o método de pagamento recorrente no tópico anterior.

Mas, além disso tudo, é preciso contar com um sistema de gestão para te auxiliar nessa missão. Isso porque ele te ajuda a controlar o fluxo de caixa com muito mais eficiência, contribuindo para uma melhor gestão financeira de sua escola, especialmente, no caso de escolas de idiomas ou cursos profissionalizantes.

O sistema de gestão educacional Sponte é uma ótima ferramenta de gestão que auxilia a sua escola em muitos processos, inclusive, na questão da inadimplência. Principalmente graças à nossa funcionalidade de pagamento recorrente

Esse tipo de pagamento, do qual falamos acima, é excelente para você reduzir a inadimplência escolar. Afinal, a cobrança é automática, eficiente e envolve o mínimo esforço de alunos, pais e responsáveis.

Mas apesar de essa ser nossa principal funcionalidade para lidar com a inadimplência, nós vamos ainda mais longe! O Sponte também disponibiliza o Portal do Aluno e o app Sponte Agenda, para que sua instituição possa estreitar o relacionamento com a comunidade escolar.

Com o portal e o aplicativo, você também consegue diminuir a inadimplência, já que eles funcionam como extensões online da sua escola. No Portal do Aluno, os alunos, pais e responsáveis podem acompanhar a situação financeira e pedagógica, checar os calendários escolares, fazer downloads de materiais e muito mais. 

Já com o app Sponte Agenda, você facilita a comunicação, evitando filas de atendimento na secretaria e conquistando sua comunidade escolar. Isso porque, a partir desse serviço, alunos, pais e responsáveis interagem diretamente com a escola por meio da troca de mensagens. Além disso, eles também conseguem consultar informações como notas, faltas, histórico financeiro e muito mais!

Com essas e outras soluções oferecidas pelo sistema Sponte, sua equipe de financeira ganhará mais tempo para se dedicar a outras tarefas, como o controle de contas a pagar e a receber, compra e vendas de materiais didáticos e demais processos administrativos. Tudo isso com agilidade e organização!

Acabe com a inadimplência na sua escola! Conte com o Sponte para ter seu fluxo de caixa em dia. Nosso sistema oferece recursos que fazem sua escola ter sucesso nas finanças, sempre em busca do melhor para os seus alunos.

Além disso, a Sponte também produz conteúdos repletos de informações para ajudar sua gestão, como este aqui! Mas, se você quer melhorar ainda mais sua gestão financeira, confira o eBook que separamos sobre o assunto:

Cristopher Morais / Gerente de Produto

Atualmente é Gerente de Produto, com mais de 10 anos em experiência soluções inteligentes na área da educação, faz parte do time da Sponte há 13 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *