Sala dos professores: entenda por que você deve investir nesse espaço

Descubra porque o investimento na sala dos professores pode trazer tantos benefícios para o processo de ensino-aprendizagem de sua escola.

Por Cristopher Morais em 29 de maio de 2020.

Quando os ambientes de uma escola são estruturados, a escola tende a priorizar os espaços destinados às atividades dos alunos – salas de aula, quadras, área externa, laboratórios etc. 

No entanto, a estrutura das áreas destinadas aos docentes muitas vezes acaba esquecida. Um erro comum, mas que pode ter impacto direto na produtividade, na motivação dos professores, no relacionamento entre as pessoas que compõem sua equipe, no intercâmbio e fluxo de ideias e, consequentemente, na qualidade dos serviços prestados em sua escola. 

Como o espaço diverso que é, a sala dos professores merece atenção por parte dos gestores. Assim se pode atender a demanda dos docentes por um lugar que propicie o trabalho, o desenvolvimento de técnicas pedagógicas a serem aplicadas em sala, o debate e o lazer e bem-estar dos professores.

Continue acompanhando nosso artigo e entenda a importância de destinar recursos para a sala dos professores em sua escola. 

Acompanhe também dicas para transformar esse ambiente e potencializar sua função dentro da sua instituição de ensino. 

Confira!

Muito além de um espaço de passagem

Sala dos professores: entenda por que investir nesse espaço | Sponte

Você já pensou que a sala dos professores pode ser muito além de um lugar onde o corpo docente possa guardar seus materiais e pertences enquanto não estão em sala de aula? A compreensão dessa possibilidade é fundamental para alcançar todo o potencial desse ambiente.

Durante muito tempo a sala dos professores, no imaginário dos gestores e colaboradores das instituições, consistia justamente na ideia descrita acima: uma sala cuja função é acolher os docentes durante os intervalos das aulas e guardar materiais enquanto estão lecionando. Por vezes, mobiliadas com pouquíssimos móveis e equipamentos. 

Em algumas escolas, este espaço abriga até mesmo materiais que não pertencem àquele espaço e que não conseguiram ser guardados num lugar apropriado. Quase como se a sala dos professores fosse um tipo de depósito.

Esse tipo de tratamento ao ambiente inibe qualquer prática ou interação positiva, uma vez que os próprios docentes não se sentem acolhidos ou à vontade para conviver, trabalhar e estudar. Situação que pode ser preocupante, pois o engajamento entre professores é necessário! 

Felizmente, gestores já se atentaram à importância que a sala dos professores possui dentro do ambiente educacional. 

Estas escolas têm investido na estrutura e em ferramentas necessárias para que a equipe não a utilize como um mero espaço de passagem, mas como um ambiente integrativo. Ali, eles poderão planejar suas aulas, corrigir provas e trabalhos, esclarecer dúvidas, realizar consultas e trocar informações.

Por isso é fundamental o planejamento correto desse espaço. 

Sua organização será vital para que os professores se sintam convidados a usufruir do ambiente de trabalho e também da companhia uns dos outros. Gerando assim, um intercâmbio de conhecimentos e experiências profissionais, que enriquecem o ambiente escolar como um todo, pois terão um impacto direto no planejamento e nas aulas ministradas.

Descubra então como estruturar uma sala dos professores que seja interessante e proveitosa para o corpo docente, aumentando a produtividade de toda a equipe.

A sala dos professores ideal

O primeiro passo para planejar uma sala dos professores ideal é entendê-la pelo que realmente deve ser: um local de trabalho, descanso e estudo para os docentes. Dessa forma, entendendo quais funções ela deve atender, é possível saber quais elementos serão essenciais para que esse ambiente cumpra seu propósito. 

Basta estruturar o local de acordo com as demandas dos profissionais que atuam em sua escola.

Uma ótima ideia é promover um encontro com o corpo docente, incentivando o diálogo e a troca de ideias sobre o que eles acreditam que deve ter na sala dos professores e suas expectativas sobre esse ambiente. 

Dessa forma é possível que você, como gestor, consiga traçar um objetivo claro do tipo de espaço que pode criar, levando em conta os anseios de sua equipe e as possibilidades que sua instituição apresenta no momento. Não esqueça de avaliar a verba e infraestrutura disponível.

A partir disso, planeje as mudanças estruturais que ocorrerão na sala. Confira abaixo alguns itens que sua escola pode investir para compor esse espaço:
  1. Mesas grandes (caso o tamanho da sala comporte), em que os professores possam sentar-se juntos. Elas são ideais para promover o diálogo e a troca de opiniões, além de oferecerem o apoio adequado para funções como correção de provas, estudos e elaboração de atividades.
  2. Sofás e cadeiras confortáveis tornam o local acolhedor para os momentos de descanso dos professores, além de compor um clima agradável para trocas e conversas.
  3. Computadores e biblioteca, ou prateleiras com livros, para apoio e consulta dos professores.
  4. Disponibilizar água e café à vontade e, se possível, frutas e biscoitos, contribui para tornar o local ainda mais amigável.
  5. Um mural, ou quadro de recados e avisos, é um instrumento efetivo de comunicação interna para manter os professores atualizados sobre as questões relacionadas à gestão, calendário e rotina escolar.
  6. Invista em jornais e revistas atualizados, que além de úteis para os momentos de descanso, são fontes de informação e conhecimento para todo o corpo docente.

E mais uma dica: apesar de ser um ambiente que procure deixar os professores à vontade, procure evitar aparelhos como rádio e televisão. Pois além de fazerem barulho, podem gerar divergências em relação aos canais de televisão ou gênero musical.

Vale ressaltar que, ainda que a escola não conte com um espaço grande destinado à sala dos professores, algumas adaptações podem ser feitas de acordo com a estrutura e recursos da instituição. 

É possível também contar com ajuda dos próprios professores, que podem contribuir com itens que por ventura já possuam, mas não utilizam mais. Independente da situação e dos recursos financeiros disponíveis, o mais importante é disponibilizar um ambiente que favoreça o acesso à informação, à troca pedagógica e o conforto de sua equipe.

Invista em um clima produtivo na sala dos professores

Sala dos professores: entenda por que investir nesse espaço | Sponte

Tão importante quanto a estrutura, o clima da sala dos professores é primordial para que o local cumpra seu propósito de integrar e servir como apoio aos educadores. 

Nesse sentido, a escola pode interferir ativamente nas relações que ocorrem dentro dela, como o relacionamento entre colegas, gestores e alunos, estimulando um ambiente de diálogo, empatia e reflexão.

Por isso, para criar uma atmosfera favorável para a equipe, é necessário ir além de mobiliar a sala dos professores. É preciso organizá-la para que inspire os docentes e usá-la da maneira correta. 

Mesmo que a escola não tenha muitos recursos, se a sala for pensada e concebida com essa finalidade, será um movimento natural que os educadores se sintam convidados a frequentar esse espaço e conviver.

Tendo isso tudo em mente, confira a seguir algumas dicas que vão ajudar a construir um clima convidativo e proveitoso para os professores:
  1. Mantenha os livros e materiais pedagógicos devidamente organizados nas estantes e em caixas etiquetadas. Isso facilitará o acesso do professor aos materiais que ele deseja utilizar. Além disso, pode despertar o interesse dos colegas que, por desconhecimento, não utilizavam todos os recursos que estão disponíveis na escola.
  2. Delimite o espaço de trabalho do espaço de descanso. Muitas vezes colocar os sofás, cadeiras e móveis voltados para o descanso da equipe muito perto da mesa de trabalho pode causar desconfortos e tirar a atenção dos professores que estiverem trabalhando. Tanto quanto trabalho, a sala dos professores é também um lugar para trocas de ideias, conversas e até descanso durante o intervalo das aulas, mas uma atividade não pode prejudicar a outra. Espaços bem delimitados evitam questões desse tipo.
  3. Mantenha sempre o quadro de avisos atualizado e livre de informações velhas ou que já não são mais pertinentes. Avisos antigos, além de não terem mais utilidade, tomam espaço de comunicados mais atualizados e poluem o mural. Já o fluxo contínuo de informações mantém o ar de “novidade” e evita que essa ferramenta se torne “parte da paisagem” e acabe sendo ignorada pela equipe com o passar do tempo.
  4. Gestor, frequente a sala dos professores! Mas atenção: essa atitude não deve ser aplicada como uma medida de coibir diálogos, mas sim como uma forma de integrar a equipe pedagógica, ter um feedback de como está o ambiente e promover ainda mais trocas de experiências. É muito importante manter o canal de comunicação entre diretores e coordenadores sempre aberto para os temas levantados pela equipe.

Colocando essas dicas em prática, é possível organizar um ambiente próspero que, além de contribuir para o exercício e convívio dos professores, aumenta sua produtividade ao mantê-los motivados dentro do ambiente escolar. 

Ao melhorar o ambiente da sala dos professores, a comunicação entre toda a equipe tem a tendência de melhorar. Não se esqueça em pensar também na relação entre os alunos, e sua escola.

Quer dicas sobre isso também? Então confira nosso eBook gratuito: 

Cristopher Morais / Gerente de Produto

Atualmente é Gerente de Produto, com mais de 10 anos em experiência soluções inteligentes na área da educação, faz parte do time da Sponte há 13 anos.