Jogos podem ajudar no desenvolvimento dos alunos na sala de aula

Entenda como os jogos podem ajudar no desenvolvimento de seus alunos em sala, e podem ajudar no ensino durante sua gestão

Por Sponte em 21 de junho de 2016.

Um questionamento que muitas pessoas vão fazer é, se a ludicidade realmente dá certo. Bom, não é a toa que dizem que a criança aprende brincando, não é mesmo? Essa forma de aprender pode ajudar muitas crianças a se desenvolverem melhor na escola.

Podemos dizer que os primeiros estudos sobre a contribuição dos jogos na aprendizagem, surgiram na Grécia e na Roma antigas e foram protagonizados por Platão e Aristóteles. Mas somente no século 18, os jogos didáticos passaram a existir.

E assim que surgiram, os jogos didáticos e as brincadeiras, eram utilizados mais para aprendizagem de cálculos e também para reforçar a leitura. Hoje, o que podemos ver, é que os jogos podem auxiliar os alunos em praticamente todas as disciplinas.

Nas escolas, o lúdico vem ganhando cada vez mais espaço e chamando a atenção de muitos profissionais da educação. É através das brincadeiras que a criança se desenvolve plenamente. Ela aprende a criar, a respeitar, e também a seguir as regras do convívio social.

Para aqueles alunos que têm dificuldades em aprender certo conteúdo, os jogos podem instigar a aprender de uma maneira mais significativa e prazerosa. Outras vantagens que os jogos podem trazer ao aluno são: autonomia, autoconfiança, desenvolvimento da linguagem, do pensamento, entre outros.

Brincadeiras também contribuem para aprender melhor o inglês

Se engana quem pensa que é só nas disciplinas de português, matemática, educação física, que os jogos podem contribuir para o aprendizado do aluno. Quando estudam o inglês, o lúdico também tem sua contribuição atuando com um facilitador da aprendizagem.

Como o lúdico está presente na vida das crianças, em forma de jogos, brincadeiras, fica mais fácil e mais divertido aprender outra língua desta forma. Jogos orais, cartazes, gibis, músicas, desenhos e filmes; tudo isso pode servir para que o aluno aprenda o inglês com mais facilidade. Na internet, por exemplo, também podemos encontrar uma gama de jogos educativos para que a criança possa aprender brincando.

Vale ressaltar que, o que mais preocupa os profissionais da educação, é a dosagem correta entre o lúdico e o aprendizado. Toda atividade deve ser muito bem pensada, a ponto de que elas consigam se complementar e mostrar resultados positivos. Portanto, o desafio do educador é sempre manter o equilíbrio quando for trabalhar com esta metodologia.

Algumas dicas para atividades lúdicas:

– Estimule sempre a criatividade dos alunos;

– Desenvolva algumas atividades fora da sala de aula;

– Crie atividades que possam ser feitas em grupo;

– Explore os recursos de imagens e sons;

– Use a tecnologia em suas atividades.

 

 

Sponte /