Problemas emocionais em crianças e adolescentes: 4 sinais que a escola pode ajudar a identificar

Entenda como isso pode afetar no dia-a-dia de sua escola e como identificar esses problemas em seu ano letivo a todo momento

Por Sponte em 26 de março de 2018.

Sabemos que cada aluno tem suas próprias experiências e foi educado de formas diferentes pelos pais ou cuidadores . Tudo isso são fatores que moldam a personalidade da criança e do adolescente e influenciam nas suas atitudes e comportamento. Entretanto, mesmo com essas diferenças, no ambiente escolar há um padrão de comportamento pré-determinado e, embora encontre algumas adversidades no dia a dia, os professores conseguem contornar situações e manter a ordem em sala de aula.

O problema surge quando há uma mudança no comportamento de algum estudante, ou uma conduta escolar inadequada, que afetam seu relacionamento com os colegas e influenciam diretamente no seu processo de aprendizagem – aspectos que podem indicar que a criança ou o adolescente está com algum tipo de problema emocional.

Nesse contexto, a Sponte listou alguns sinais que a escola pode ajudar a identificar para alertar os pais e incentivá-los a procurar ajuda profissional, caso seja necessário. Acompanhe a leitura e confira!

1. Reações exageradas ao lidar com frustrações

Passar por frustrações faz parte do processo de crescimento do jovem e alguns lidam melhor com elas do que outros. Porém, quando um aluno reage de forma excessiva à uma frustração – chorando descontroladamente, ficando agressivo ou até mesmo não aceitando ser contrariado – é um indício de falta de estabilidade emocional.

Em casos como esse é importante que a escola entre em contato com os pais informando sobre tal comportamento e orientando-os a trabalhar melhor esse sentimento nas crianças ou a buscar ajuda profissional.

2. Excesso de sono

Outro fator que pode indicar algum problema emocional, ou até físico, é o excesso de sono e apatia durante o período de permanência na escola.

O excesso de sono durante as aulas demonstra que o aluno está com dificuldades para dormir ou não dorme o suficiente.

A dificuldade para dormir pode ter origem em algum problema emocional – causando insônia ou sono entrecortado e agitado – enquanto que não dormir o suficiente pode estar relacionado a uma rotina familiar mais agitada e com poucas horas de sono.

Dessa forma, é papel da escola conversar com a família para identificar o real problema do aluno e orientá-los a criar uma rotina ou, em casos mais severos, recomendar uma consulta com o pediatra para que sejam realizados exames mais específicos.

3. Isolamento

Quando um aluno passa a se isolar e evitar contato com os colegas e até com o professor, está na hora de se preocupar e notificar a família.

Isso porque esse isolamento pode indicar um excesso de timidez e introspecção – que afetam seu relacionamento escolar e podem desencadear outros problemas no futuro (como falta de autoconfiança, ansiedade, insegurança e até depressão) – ou pode ser um sinal de que esses problemas já são uma realidade do dia a dia do aluno, fazendo-se necessário a busca por um profissional.

4. Ansiedade

Todos ficamos ansiosos quando algo diferente da nossa rotina acontece ou está para acontecer, entretanto, há um problema quando essa ansiedade atrapalha o dia a dia da criança ou do adolescente.

A ansiedade pode ser identificada através da análise do comportamento: por exemplo, quando um aluno fica sabendo de um passeio que ocorrerá no futuro, ele não para de falar disso? Isso atrapalha sua concentração nas atividades? Atrapalha seu sono?

Casos de ansiedade constante é sinal de que o jovem está com problemas emocionais que fogem ao seu controle, por isso, é importante que a escola mantenha um diálogo com os pais e oriente-os sobre as opções para resolver o transtorno.

O bem-estar dos alunos, bem como sua estabilidade emocional, é preocupação de toda a comunidade escolar. Por isso, é importantíssimo que haja uma ação conjunta da família e da escola para garantir o conforto e a saúde dos estudantes da sua instituição. Esperamos que nossa lista tenha te ajudado nisso!

Preocupada com todas esferas educacionais, a Sponte trabalha para que sua instituição cresça cada vez mais e alcance a excelência. Conte sempre com a gente!

Sponte /