Volta às aulas presenciais: como dar segurança para sua comunidade escolar em 2021

Veja como sua gestão educacional pode se adaptar para ter aulas presenciais com sua escola segura e protegida contra o coronavírus.

Por Suellen Bosse em 23 de fevereiro de 2021.

Depois de quase um ano inteiro de ensino remoto e escolas fechadas por causa da COVID-19, o retorno das aulas presenciais finalmente está começando em muitas escolas. Sua gestão escolar certamente está se preparando para este ano letivo, não é?

Nesse planejamento para 2021, há um detalhe muito importante que todas as instituições de ensino precisam estar atentas: a pandemia ainda não terminou! Ou seja, sua gestão educacional precisa se organizar para garantir a segurança de toda a comunidade escolar contra a disseminação do coronavírus em sua escola!

Isso envolve tomar uma série de cuidados básicos para proteger seus alunos, professores e toda a equipe pedagógica. Além disso, é essencial avaliar como atender quem tem fatores de risco para a COVID-19, e também oferecer uma atenção psicológica para toda a comunidade escolar. 

Tudo isso faz parte dos cuidados necessários para o retorno às aulas presenciais. Por isso, organizamos as informações mais importantes para você garantir a segurança de todos, agora que sua escola voltou a abrir as portas.

Se você quer saber mais sobre a reposição de aulas neste ano letivo, você pode conferir o nosso artigo: Reposição de aulas e reforço no pós-pandemia: como fica?

Agora continue sua leitura e entenda como proteger a saúde da sua comunidade escolar:

Cuidados básicos para sua escola estar segura nas aulas presenciais
Cuidado redobrado com quem tem fatores de risco para a COVID-19
Guia do MEC para o retorno das aulas presenciais
Atenção psicológica também é fundamental na volta às aulas
Implantação do ensino híbrido na sua gestão educacional

Cuidados básicos para sua escola estar segura nas aulas presenciais

Apesar de já termos acesso à vacinação, o risco do coronavírus permanece. Sua escola precisa estar especialmente atenta para ele, pois o perigo é maior em um lugar com tantas pessoas reunidas, não é?

Então, para que sua escola de educação básica seja um espaço seguro e livre de COVID, é preciso seguir algumas instruções básicas. Confira:

Uso obrigatório de máscaras o tempo todo

Volta às aulas presenciais com segurança | Sponte

O primeiro ponto é o mais básico, mas também pode ser bastante complicado de aplicar. Sua comunidade escolar deve usar máscaras durante todo o tempo em que estiverem nos espaços da escola, assim como acontece nas ruas, no comércio ou em espaços públicos.

Essa obrigatoriedade vale mesmo com o distanciamento social e é importantíssima para evitar que um aluno ou colaborador contaminado espalhe a doença com facilidade. Isso porque a máscara funciona como uma barreira, contendo a maior parte das partículas de saliva que poderiam transmitir o vírus.

Por isso, busque a conscientização de todo o seu corpo de funcionários e também dos alunos e seus familiares. Sabemos que isso pode ser difícil, principalmente entre os alunos mais novos, mas é essencial para você oferecer aulas presenciais seguras.

Para ter uma comunicação eficaz com pais e alunos, para lembrar dessa necessidade e fortalecer a conscientização deles, vale a pena contar com uma ferramenta como o Portal do Aluno do Sponte.

Medição de temperatura na entrada da escola e nos intervalos

A febre é um dos principais sintomas da COVID-19. Então, para ajudar a evitar a presença de pessoas contaminadas na sua escola, meça a temperatura de todos na entrada da escola e faça uma nova medição nos intervalos.

Para isso, você pode contar com um termômetro infravermelho a laser, que mede a febre a distância.

No entanto, é importante lembrar que a febre não é o único sintoma e que mesmo pessoas assintomáticas podem transmitir o vírus. Por isso, a medição de temperatura não é uma garantia de segurança. Todos os outros cuidados devem continuar sendo tomados, mesmo que todos estejam com a temperatura corporal equilibrada.

Distanciamento social em todos os ambientes

Nada de ter salas lotadas ou aglomerações no pátio! Mesmo com a máscara, a transmissão é possível se as pessoas estiverem próximas.

Por isso, busque ter um distanciamento mínimo de 1,5m entre as carteiras em suas salas – mesmo que isso signifique ter de reorganizar todas as aulas, fazer um revezamento nos horários em sua escola e ainda manter pessoas no ensino remoto.

Revezamento no intervalo

Volta às aulas presenciais com segurança | Sponte

Para evitar aglomerações no pátio, evite deixar o mesmo horário de recreio para todas as turmas. Reveze esse momento e tenha sempre professores patrulhando os espaços comuns, para fiscalizar o distanciamento dos alunos.

Limpeza da escola

Sabemos que a limpeza da escola é algo essencial, mesmo fora dos tempos de pandemia. Mas agora, com o risco do coronavírus, essa limpeza precisa ser ainda mais cuidadosa. 

Busque desinfetar os ambientes com frequência e até limpar maçanetas, interruptores e outros espaços mais do que uma vez ao dia. É importante usar álcool 70% ou outras soluções efetivas contra o coronavírus, como água sanitária e desinfetantes.

Lavar as mãos e os objetos

Incentive seus alunos a lavarem as mãos todas as vezes que puderem, e também a limparem quaisquer objetos que toquem. Vale a pena pedir para que eles façam isso sempre ao entrar e ao sair da escola.

Disponibilidade de álcool em gel nos ambientes da escola

Lavar as mãos com água e sabão é o ideal para evitar a contaminação com o coronavírus. Contudo, isso não é possível em todos os momentos. 

Por isso, para que alunos, professores e funcionários mantenham as mãos higienizadas em todos os momentos, é importante ter frascos de álcool em gel em cada sala e também nos ambientes comuns da escola. 

Ventilação dos espaços

Todas as salas de aula e outros ambientes fechados devem estar constantemente ventilados. Para isso, mantenha as janelas e portas sempre abertas, mesmo em períodos de frio.

Isso pode gerar um desconforto na sua comunidade escolar, mas é muito importante para evitar uma contaminação generalizada.

Cuidado redobrado com quem tem fatores de risco para a COVID-19

Volta às aulas presenciais com segurança | Sponte

Ainda que as chances de contaminação sejam semelhantes para todos, a COVID-19 pode ser muito mais problemática para as pessoas que possuem fatores que as colocam no grupo de risco. Os principais fatores são:

  • Doenças pulmonares crônicas (como asma e bronquite);
  • Doenças cardíacas;
  • Doenças imunossupressoras ou oncológicas;
  • Pessoas com mais de 60 anos;
  • Diabetes; 
  • Obesidade mórbida;
  • Gestantes e lactantes.

Essas questões aumentam o risco de a doença causar problemas sérios para a saúde do indivíduo. Por isso, o ideal é evitar o retorno deles para a escola.

Caso seus alunos tenham algum desses fatores, é importante disponibilizar aulas online, ou uma forma de acompanhar a aula por vídeo, para que eles possam se manter em dia com o aprendizado, mesmo sem sair de casa. Se forem seus funcionários, vai ser preciso reorganizar as funções dentro da escola.

Já se algum professor fizer parte do grupo de risco, você tem três opções:

  • Manter as aulas desse professor apenas no ambiente remoto, como acontecia antes;
  • Levar as aulas para o ambiente presencial, mas como o professor acompanhando por vídeo;
  • Reorganizar as aulas, para que o professor acompanhe alunos que continuam em casa e outras atividades da escola, enquanto outro profissional assume as turmas presenciais.

Seja qual for a solução, é preciso ter empatia e respeitar a saúde de toda sua comunidade escolar, mostrando que sua gestão pedagógica realmente se importa com o bem-estar de todos.

Para manter as aulas digitais e as atividades digitais para alunos e professores, você precisa contar com uma ferramenta de vídeo-chamadas. Conheça a Sala de Aula Online do Sponte.

Guia do MEC para o retorno das aulas presenciais

Volta às aulas presenciais com segurança | Sponte

Para ajudar sua gestão escolar a se preparar para o retorno das aulas, o Ministério da Educação preparou um guia com orientações de segurança. Esse guia inclui informações como as que trouxemos aqui e outras especificidades para escolas.

Siga as orientações que trouxemos neste artigo e, se quiser se aprofundar nos detalhes, acesse o conteúdo do MEC. Você pode conferir o material neste link: Guia de implementação de protocolos de retorno das atividades presenciais nas escolas de educação básica.

Atenção psicológica também é fundamental na volta às aulas

Além dos cuidados diretos com a COVID-19, sua gestão pedagógica também precisa estar consciente de que alunos, professores e funcionários podem estar fragilizados pelo período de pandemia.

Além disso, todos terão alguma dificuldade para se adaptarem à nova realidade depois de um ano inteiro de quarentena. Por isso, é essencial que sua escola ofereça atenção psicológica e respeite o tempo e as necessidades de cada um.

É interessante, inclusive, contar com um profissional de psicologia dentro da escola, ou que possa ser chamado em casos de necessidade.

Implantação do ensino híbrido na sua gestão educacional

O Conselho Nacional de Educação definiu que o ensino remoto continua nas escolas em 2021. Isso oferece um grande potencial para sua escola começar a implantar o ensino híbrido.

Com o ensino híbrido, você pode aplicar metodologias mais modernas e adequadas para os seus alunos, que já vivem conectados no mundo digital.

Além disso, ele te ajuda na reposição de aulas, com a possibilidade de disponibilizar aulas, atividades e avaliações para seus alunos realizarem em casa, valendo como carga horária educacional. 

E, para completar, o ensino híbrido também pode melhorar a segurança da sua escola nestes tempos de pandemia. Afinal, ele vai permitir que os alunos e professores que fazem parte do grupo de risco possam continuar acompanhando a aprendizagem de forma virtual.

Isso sem falar que com apoio do ensino remoto fica muito mais fácil fazer o revezamento das salas de aula para evitar a aglomeração.

Mas, para conseguir oferecer um ensino híbrido de qualidade, é essencial contar com a tecnologia. O sistema de gestão escolar Sponte oferece excelentes possibilidades para isso

  • Sala de Aula Online do Sponte: uma ferramenta de aulas digitais totalmente descomplicada, integrada ao seu sistema de gestão e repleta de funcionalidades importantes para o sucesso das aulas a distância.
  • Portal do Aluno: uma funcionalidade do sistema que permite o contato direto com sua comunidade escolar, além da disponibilização de atividades, avaliações e até notas de forma digital, para os alunos acessarem de sua própria casa.

Se você quer aplicar o potencial do ensino híbrido para modernizar sua escola e melhorar a segurança da sua comunidade escolar, confira nosso eBook gratuito com tudo que você precisa saber sobre o assunto:

Baixar eBook: Ensino Híbrido - Guia completo para sua gestão escolar

Suellen Bosse / Gerente de Marketing

Atualmente é Gerente de Marketing, com mais de 15 anos de experiência na área de comunicação e relacionamento, faz parte do time da Sponte há mais de 18 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *