Por que manter as atividades lúdicas mesmo depois da educação básica?

A forma tradicional de educação prioriza a repetição. Mas as atividades lúdicas ajudam no desenvolvimento, Confira algumas dicas de como fazer isso:

Por Sponte em 03 de setembro de 2015.

As atividades lúdicas são muito comuns no ensino infantil, com crianças até os 06 anos de idade. Porém, ao passar do período da educação básica, a ludicidade vai perdendo espaço para os processos mecânicos de ensino, nos quais os alunos são educados pela forma tradicional, centrada na transmissão de conteúdo.

Ser lúdico não é levar para a sala de aula apenas jogos e brincadeiras. É incluir atividades que possibilitam momentos de entrega e integração entre os alunos. É levar experiências nas quais a turma pode se envolver por inteiro, entrando na intimidade do conhecimento e aprendendo a construir respostas vivendo aquele momento com os sentimentos de ganhar, perder, tentar, sofrer, conhecer e tantos outros.

A forma tradicional de educação prioriza a repetição. E isso também é importante para os alunos. Contudo, as atividades, quando realizadas sem o prazer em aprender, acabam deixando de lado a oportunidade de preparar os alunos para os desafios de integração na sociedade e o exercício da cidadania.

Lidar com a aprendizagem de forma lúdica é levar aos alunos diferentes desafios e adversidades (saber ganhar e perder, elaborar estratégias, respeitar regras, seguir um líder) que são competências exigidas pela sociedade em que eles vivem. Sem perceber, dentro da sala de aula eles estarão lidando com situações que acontecem fora do ambiente escolar.  

Para isso, é necessário ter envolvimento e uma mudança de postura do educador, que deve lembrar que ele não é mais o centro da atenção, renunciando o controle da atividade e reconhecendo que, por aquele momento, o aluno é o personagem principal  e a voz ativa da aprendizagem.

Levar atividades lúdicas para além da educação básica é propiciar a vivência do aqui-agora, integrando ação, pensamento, estratégia e sentimentos. Por isso, não deixe os momentos lúdicos da sua instituição de ensino reservados para as aulas de artes ou educação física. As demais disciplinas também podem agregar os benefícios dos aspectos lúdicos no processo de aprendizagem.

Sponte /