Inadimplência e crise: como lidar com a mensalidade escolar agora?

Descubra e entenda como a sua gestão financeira pode aprender a lidar com a inadimplência nas mensalidades em todos os momentos!

Por Michelle Terres em 17 de julho de 2020.

Na hora de fazer o planejamento da escola é preciso analisar os recebimentos e calcular qual é a média do seu valor mensal. 

As entradas do fluxo de caixa da sua escola são principalmente das mensalidades pagas todo mês pelos alunos, pais ou responsáveis, certo? 

Isso significa que a inadimplência com a qual sua gestão financeira lida vem diretamente das mensalidades em aberto. Situação que fica ainda mais complicada em tempos de crise, como a causada pela pandemia da COVID-19.

Como lidar com esse cenário então? O primeiro passo é entender o que a lei diz sobre o assunto: 

Entenda o que diz a lei sobre inadimplência em escolas

Inadimplência e crise: Como lidar com a mensalidade escolar? | Sponte

A Lei n° 9.870/99 determina que a escola não pode suspender o aluno de provas escolares, reter documentos ou aplicar qualquer penalidade no quesito pedagógico por razão de sua inadimplência. 

É importante deixar claro que o desligamento do estudante pode ser feito apenas no final do ano letivo.

Já os documentos de transferência do aluno devem ser fornecidos a qualquer momento que ele requisite, mesmo que o débito das mensalidades ainda esteja em aberto.

A escola deve conhecer seus deveres perante a lei em relação a situações delicadas de inadimplência. Mas a instituição também possui direitos! 

A legislação permite que a instituição recorra ao Código de Defesa do Consumidor (CDC) para cobrar judicialmente a dívida. Isso porque a relação entre a escola e os pagantes da mensalidade se trata de uma relação de consumo. 

Porém, é preciso estar atento aos prazos. Segundo a legislação, se o período for menor do que 90 dias, a situação é vista apenas como uma impontualidade no pagamento.

Também é preciso estar atento ao Art. 42 do CDC, que determina que o consumidor que possui um débito não pode ser exposto ao ridículo e nem submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça na hora da cobrança.

Por essa razão, não apenas a gerência, como também a equipe responsável pelas cobranças, deve estar ciente desses deveres e direitos previstos em lei.

Como proceder para evitar a inadimplência? 

Inadimplência e crise: Como lidar com a mensalidade escolar? | Sponte

Além de levar à risca as diretrizes determinadas por lei, sua escola pode colocar outras práticas em ação para evitar ou lidar com esse problema. Confira algumas delas:

Envie recados para lembrar a data de vencimento dos boletos

Caso sua escola trabalhe com a cobrança de mensalidades através de boletos, é importante lembrar seus alunos a respeito das datas de vencimento das parcelas.

É muito comum que alunos, seus pais ou responsáveis, fiquem em situação de devedores apenas por terem esquecido de realizar o pagamento. Por isso, dois ou três dias antes do vencimento da parcela, envie uma mensagem avisando que a data está se aproximando. 

Não é uma boa ideia fazer isso no dia do vencimento. Afinal, a vida das pessoas é bastante corrida e pode ser que seja necessário organizar suas atividades para ter tempo de ir ao banco! 

Saiba negociar caso ocorra a inadimplência 

Uma cobrança mal feita ou mal negociada pode trazer problemas de relacionamento entre a escola e seus alunos, pais e responsáveis. Por isso mesmo, é preciso prestar muita atenção na hora de resolver uma situação de inadimplência.

Primeiramente, lembre-se de que essa é uma situação delicada não só para a escola, mas também para a pessoa que se encontra em dívida. Por isso, seja bastante amigável na hora de negociar! 

Ao criar um manual de boas práticas em sua escola, para que sua equipe possa seguir, você evita que sejam cometidos erros e também torna todo o processo mais fácil.

Destaque a importância de ser simpático e de saber ouvir os alunos, pais ou responsáveis, para saber a causa da inadimplência. Assim, ficará muito mais fácil saber como prosseguir e até mesmo como negociar a dívida. 

Tenha uma comunicação muito clara com sua comunidade

Um dos fatores que mais ajudam a evitar a situação da inadimplência é uma comunicação clara entre a escola e sua comunidade

Para isso, esteja presente em mais de uma mídia para que seja fácil contatar sua equipe. Isso inclui redes sociais, WhatsApp, e-mail e até mesmo chats internos.

O Sponte possui um chat no qual o aluno pode contatar a escola para resolver qualquer tipo de situação. Isso está integrado ao Portal do Aluno, onde também é possível verificar a situação financeira em que ele se encontra. 

Independente do canal pelo qual seja feito o contato, é muito importante que as perguntas sejam respondidas! Afinal, manter um relacionamento saudável com sua comunidade escolar é importantíssimo para sua saúde financeira.

Para saber mais sobre o assunto, confira o post: 6 formas de manter o relacionamento com pais e alunos. 

Conte com ferramentas de automação

Como falamos anteriormente, muitas pessoas acabam se tornando inadimplentes apenas porque esqueceram de realizar o pagamento na data do vencimento do boleto. Para lidar com esse problema de vez, conte com métodos de cobrança eficientes, como a automação de cobranças.

Como isso funciona no Software Sponte?

Nosso sistema possui um módulo de cobrança recorrente em cartão de crédito. Basta cadastrar o cartão no qual a cobrança será realizada e a ferramenta faz isso de forma automática na data prevista em contrato!

Assim, seu aluno ou o responsável pelo pagamento da mensalidade não precisará cuidar datas para o pagamento, o que facilita muito a vida dessa pessoa e traz mais segurança para seu financeiro. 

Para saber mais a respeito dessa ferramenta, confira o post sobre cobrança Recorrente via Cartão de Crédito: conheça os benefícios dessa solução.

Conclusão

Lembre-se de que a melhor solução para lidar com a inadimplência é fazendo o possível para evitá-la! 

Temos em nosso blog um post que fala sobre isso! Confira: Inadimplência escolar: saiba como reduzi-la!

Coloque todas essas dicas em prática e perceba que sua gestão financeira alcançará melhores resultados a cada dia. 

Se quiser saber mais sobre o assunto, você também pode conferir nosso eBook. Ele é 100% gratuito! 

Michelle Terres / Gerente Comercial

Atualmente é Gerente Comercial da Sponte, com mais de 10 anos de experiência na área da gestão educacional, faz parte do time da Sponte há 17 anos.