Como tratar temas difíceis ou polêmicos em sala de aula?

Aprenda como tratar todos os tipos de temas difíceis e polêmicos com seus alunos em todos os momentos do seu ano letivo de forma prática

Por Sponte em 01 de novembro de 2017.

Tratar de assuntos controversos em sala de aula é umas das questões que mais afligem o trabalho de um educador. Em todas as matérias e conteúdos encontram-se temas difíceis e polêmicos que devem ser essencialmente abordados em classe. Saber como tratar esses temas é tarefa fundamental para qualquer educador que visa discutir esses tópicos de forma saudável e enriquecedora.

Chamados de transversais (assuntos como a sexualidade, o aborto, a religião, a diversidade cultural, teorias e vertentes sociais, a violência, entre outros), estes temas são definidos como obrigatórios no currículo de todas as escolas desde 1997. Conhecidos por se tratarem de assuntos polêmicos e com difícil abordagem, os temas transversais dão espaço para a dúvida: como abordar esses tópicos em sala de aula?

Tendo em vista essa dificuldade, nós trouxemos algumas dicas de como trabalhar os temas transversais em sala de aula com o auxílio de estratégias pedagógicas e didáticas. Confira!

A literatura como ferramenta

Conhecida por expandir o conhecimento e os saberes e melhor desenvolver a linguagem e a criatividade de seus leitores, a literatura é excelente ferramenta para o educador que deseja abordar com seus estudantes temas transversais de maior delicadeza. Muitas obras literárias e ficcionais tratam, ao decorrer de sua trama, de inúmeras questões polêmicas, de forma sútil e tênue. Ao usar dessas obras em favor da abordagem dos tópicos, o educador conquista um espaço de discussão dessas questões, utilizando do enredo da obra para dar início ao debate entre o professor (intermediando) e os alunos.

Ficções que tratam sobre drogas, violência, religião, meio-ambiente, etc. podem ser encontradas em literaturas didáticas e infanto-juvenis, ótimas para serem utilizadas em sala de aula. Caso seus estudantes estejam próximos ou já na fase do vestibular, o uso dos livros recorrentes em questões de provas são uma ótima estratégia para discussão de inúmeros temas transversais, pois muitos destes livros são conhecidos exatamente por tratarem de tópicos controversos.

Estimule o debate

O debate é atividade essencial para a formação de qualquer aluno, independente da área de estudo. Esse processo de formação crítica é uma estratégia muito importante para a discussão de temas em sala de aula, ainda mais os que contam com maior dificuldade de abordagem.

O debate pode ser realizado de muitas maneiras: através da abordagem literária citada acima, por meio de possíveis respostas à questionamentos do educador, através da discussão de dois pontos de vista contrastantes, da manifestação de opiniões e análises de algum caso e assunto, etc. O fundamental é que se construa uma atmosfera em que os estudantes se sintam à vontade em contribuir e se posicionar, com auxílio e direção do professor, intermediador dessa troca de aprendizado.

Incentive os pais e responsáveis a tratarem dessas questões

Um grande empecilho que contribui para a dificuldade da abordagem desses temas em sala de aula se dá pelo não conhecimento ou pela rejeição dessas questões por parte dos alunos. Muitas famílias, por motivos pessoais, preferem não abordar certos assuntos com seus filhos. Infelizmente, essa é uma atitude muito prejudicial para a vida escolar e para a formação desses estudantes.

Apesar de polêmicos ou delicados, os assuntos transversais devem ser essencialmente discutidos pela família e também pela escola, já que essa última só tem papel em uma parte da formação do estudante. O peso desse ato educativo deve ser compartilhado por ambas as partes, sempre de uma forma informativa e elucidativa, incentivando os estudantes a pensarem de forma crítica.

E então, preparando sua escola para a abordagem desses temas? Já articulou os métodos que serão utilizados? Conte-nos sobre sua experiência através de nossas redes.

Conte sempre com o Sponte, o seu Software de Gestão Educacional!

Sponte /